Mundo (2019)

Anuário Brasileiro de Proteção 2019

Cenário global

Números mostram a realidade acidentária em 212 países

O cenário mundial com números de acidentes e mortes relacionados ao trabalho em 212 países são atualizados todos os anos pelo Anuário Brasileiro de Proteção. Utilizamos as informações sobre acidentes e mortes, além do número de trabalhadores e do PIB per capita disponibilizados no site da OIT (Organização Internacional do Trabalho) para reproduzir um panorama acidentário mundial. A entidade informa sobre a realidade trabalhista e acidentária de diversos países do mundo desde 2005 em seu site. Com estes dados calculamos também os índices de acidentalidade e mortalidade para cada um dos países.

O Brasil, que há alguns anos não enviava informações à entidade internacional, voltou a informar os dados de acidentes. A atualização aconteceu até 2002. Em 2011 houve a inclusão de dados e a partir de 2015 até 2017 os dados estão completos.

Os números abaixo se referem à quantidade de trabalhadores de cada país, à população em geral, ao PIB per capita, total de acidentes de trabalho, total de acidentes a cada 100 mil trabalhadores, total de mortes e total de mortes a cada 100 mil trabalhadores para cada país. Destacamos ainda em cada uma destas informações a posição (P) que o país ocupa em nível mundial com relação aos itens anteriores para auxiliar no comparativo entre eles.

No caso das mortes por acidente de trabalho, o Brasil segue ocupando o terceiro lugar no ranking mundial atrás dos Estados Unidos e da China. Nos acidentes de trabalho, somos agora, o quinto colocado, atrás do México, França, Alemanha e Estados Unidos. A indicação de alguns países mais desenvolvidos nas primeiras posições surpreende, mas, não necessariamente quer dizer que as condições de trabalho sejam precárias nestes países. As estatísticas podem ser mais fidedignas e por isto pode haver menos subnotificação do que em outros em que o sistema de notificação de acidentes não seja tão qualificado. (Click na imagem para ampliar)