quinta-feira, 07 de julho de 2022

Abertas as inscrições para Doutorado semipresencial em Ergonomia na Colômbia

Por Paula Barcellos / Jornalista da Revista Proteção

Até o dia 28 de junho estão abertas as inscrições para o Doutorado em Ergonomia 2022, realizado em duas universidades públicas da Colômbia: a Universidad del Valle , em Cali, e a Universidad Nacional de Colombia, em Bogotá. O projeto semipresencial é apoiado pela IEA (Associação Internacional de Ergonomia), ULAERGO (União Latino-Americana de Ergonomia) e SCE (Sociedade Colombiana de Ergonomia) e conta com professores da Europa, Estados Unidos, África do Sul, Japão, China e da América Latina, criando um programa sustentável que responde às necessidades atuais e futuras de treinamento e pesquisa de alto nível em Ergonomia. “Para a Ergonomia na América Latina é muito importante que os professores e pesquisadores ergonômicos sejam formados com uma visão holística, sistêmica, inclusiva, social e ambiental, capaz de investigar e resolver problemas de conhecimento de alto nível que contribuam para otimizar as interações entre o ser humano e seu meio ambiente em termos de desempenho, sustentabilidade, bem-estar e bem viver em todas as escalas, contribuir para o desenvolvimento da disciplina e profissão da Ergonomia, promovendo a inter e transdisciplinaridade na abordagem de problemas teóricos e práticos sob o reconhecimento da diversidade local (de cada país ou território) regional na América Latina especialmente”, reflete  o engenheiro, ergonomista e presidente da IEA, José Orlando Gomes.

HABILIDADES

Segundo Gomes, os profissionais egressos deste programa terão habilidades investigativas em múltiplos cenários de ação, integrando uma perspectiva crítica, sistêmica e socioambiental, sendo capazes de diversas atividades. Entre elas: promover ou fazer parte de grupos de investigação para a gestão e desenvolvimento do conhecimento, no quadro dos princípios éticos e normativos legais vigentes; propor soluções situadas e inovadoras no domínio da sua competência, aplicando métodos de validade acadêmica com uma atitude crítica na apropriação do conhecimento; gerar estratégias de autoaprendizagem contínua em sua área de trabalho e ampliar as fronteiras do conhecimento; manter uma atitude crítica baseada no conhecimento sobre a gestão, apropriação e domínio de tecnologias em temas associados à Ergonomia; liderar processos que, por meio da aplicação dos conhecimentos adquiridos, melhorem o bem-estar, a qualidade de vida e o bem viver; contribuir para a construção de políticas públicas que promovam regulamentações, programas, planos e ações que fortaleçam a adequação dos sistemas sociotécnicos; e promover ou participar de programas de formação de formadores/professores universitários de qualidade internacional na América Latina para universidades/organizações latino-americanas.

PÚBLICO-ALVO

Devido à modalidade, que envolve encontros virtuais uma vez por mês e encontros presenciais de duas semanas ao final de cada semestre, espera-se que profissionais dos países da América Latina e Caribe, ou da comunidade latina que vive em países da América do Norte, ou, ainda, de outros continentes como a África, ou do Sul da Ásia, ou de países europeus, como Espanha, Itália e Portugal, entre outros, possam participar. O programa está aberto a várias disciplinas relacionadas à Ergonomia, como Ciências da Saúde, Ciências Médicas, Ciências Técnicas e de Engenharia, Design Industrial, Arquitetura, Economia, além de Ciências Humanas e Sociais, como Psicologia, Antropologia, Sociologia, Serviço Social e outras áreas afins. Informações detalhadas sobre o programa de Doutorado (estrutura curricular, modalidade do curso, horário de trabalho, duração, créditos, frequência de admissões, grau concedido, etc.) podem ser acessadas no link da Universidad del Valle: https://salud.univalle.edu.co/posgrados/doctorados/2-uncategorised/209-doctorado-ergonomia.

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui