terça-feira, 24 de maio de 2022

Transtornos musculoesqueléticos em crianças e jovens

Os transtornos musculoesqueléticos em crianças e jovens, bem como em jovens trabalhadores, são preocupantes. Envolver as escolas em questões de segurança e saúde no trabalho pode ajudar a prevenir este problema. A integração da segurança e saúde com a educação é essencial no desenvolvimento de uma cultura de prevenção para os alunos.

Relatório da União Europeia examina como as escolas podem contribuir para a prevenção precoce e de longo prazo e oferece várias perspectivas de segurança e saúde, apresentando exemplos de integração bem-sucedida na Europa e descreve recomendações para projetar e implementar medidas. Por fim, apresenta uma abordagem estratégica para promover sistematicamente exercícios e prevenir transtornos musculoesqueléticos nas escolas.

Exemplos de sucesso na Europa

Um olhar para os países europeus mostra que, apesar desses desafios na gestão da mudança, uma promoção mais intensiva de exercícios, de jogos e do esporte no contexto escolar é muito viável. Os exemplos selecionados da Finlândia, Áustria, Hungria e Alemanha ilustram diferentes possibilidades em termos de implementação. No entanto, eles não direcionam sua atenção especificamente para a prevenção dos transtornos musculoesqueléticos, mas sim para fortalecer o papel dos exercícios nas escolas.

https://osha.europa.eu/en/publications/better-schools-promoting-musculoskeletal-health


Conexão Global em SST trata de aspectos gerais relacionados à SST no cenário internacional. O autor Roque Puiatti é Engenheiro de Segurança do Trabalho, Mestre em Segurança de Processos e Prevenção de Perdas, Auditor Fiscal do Trabalho (SRT-RS entre 1983-2017), Coordenador de revisão da NR 13, NR 20 e NR 26, representante Brasileiro em reuniões na OIT e na ONU (1991-2017), Professor Universitário em cursos de Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho, coautor de diversas publicações em SST, Colunista da Revista Proteção, Consultor em Gestão/Auditoria de SST e em Segurança Operacional.
[email protected]

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui