quinta-feira, 07 de julho de 2022

Segurança Psicológica ao vivo e em cores

Olá, pessoal. Tudo bem? Conto hoje um caso que vi na minha frente, a um metro de distância. Estava na Argentina em uma visita numa operação mineira. Meu último dia era uma sexta-feira e havia tido uma troca de turno na quinta. Ou seja, depois de dias, todas as cerca de 750 pessoas que estavam no acampamento foram para casa, e chegaram as pessoas do outro turno. Isso aconteceu inclusive com o grupo de Segurança e Meio Ambiente, a quem me refiro aqui.

Havia interagido de uma forma muito produtiva por três dias inteiros com o grupo que saiu, e zero com o grupo que chegava. Como diretor, sabia que seria respeitoso e importante ter um contato com esse grupo, e então marcamos uma reunião para as 6h30 da manhã, pois eu sairia às 8am para a viagem de volta, um percurso de 7 horas de carro e depois dois aviões.

Pois é, e às 6h30 estavam todos lá na sala. Apresentações das pessoas, várias discussões, reunião excelente e transcorrendo superbem. Às 7h30, entra na sala o Gerente Geral da operação, chefe de todas as 1500 pessoas (e de mais algumas…) e pergunta ao contraturno (substituto) do superintendente de Segurança se ele iria para a reunião diária. Sem pensar um só segundo, ele responde ao GG que não. O GG pergunta porque, e ele responde que a reunião comigo está agradável e é importante para o grupo, e que ele já avisou o gerente de produção que depois verificaria as pendências com ele. O GG então concorda, faz uma piadinha sobre eu falar demais, e deixa a sala.

Super-aula de Segurança Psicológica – (1) o contraturno de um superintendente, alguns níveis hierárquicos abaixo do GG, responde tranquilamente de forma negativa a uma solicitação deste, explicando seus motivos. E (2) o GG, que recebeu uma resposta negativa em público (havia umas 10 pessoas na sala), a aceita e a acata de forma totalmente natural. Parabéns a esses dois profissionais pelo exemplo que ambos deram ao compartilhar o que é na prática, ao vivo e em cores, a segurança psicológica num momento em que eu estava presente.

Adorei.

Ah, quer conhecer o conceito de Segurança Psicológica diretamente da fonte, sem os filtros de quem quer que seja? Veja a Amy Edmondson aqui. Tem como colocar legenda, se precisar, no rodapé do vídeo. São onze minutinhos beeem interessantes.


Uma nova visão de segurança se propõe a discutir o futuro da segurança no trabalho, cada vez mais multidisciplinar e inclusivo. Ivan Rigoletto é engenheiro químico e de segurança do trabalho, mestre em Engenharia Civil, MBA em Gestão Empresarial e doutor em Engenharia Mecânica. Está na indústria há mais de 30 anos, a metade como executivo de Segurança e ESG. É professor universitário, autor e coautor de diversos livros e artigos. Foi condecorado pelo Corpo de Bombeiros de Campinas. Estreia como articulista regular no blog da Proteção.
[email protected]

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui