P Cealag Cursos banner 1
P Gas Alert Maxt II | Honeywell - Banner 1
P UVEX Carbonvision Honeywell  - Banner 1
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Produtos & Serviços
    Sipats
    Últimas Notícias
P Emergencia Crianca Banner 4
P SuperGuiaNet Máscara Facial - Banner 5
P NN Eventos - Banner 5
P Fotos Redes Sociais - Banner 5
P Caravana Protecao Banner 5
P Links Interessantes Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Nova NR 12 traz proteção específica para diferentes áreas
Data: 28/12/2010 / Fonte: Revista Proteção

Ilustração: Beto Soares/Revista Proteção


A nova NR 12 promete revolucionar a proteção dos trabalhadores em relação às máquinas. Uma primeira olhada sobre o conteúdo já chama atenção pelo tamanho. Enquanto a versão anterior contava com um ­texto base de seis itens principais e mais dois anexos, um para mo­tosserras e ou­tro para cilindros de massa, a nova tem texto base com 19 itens principais, três apêndices, sete anexos e um ­glossário. São 14.500 caracteres, um total de cin­co pá­ginas, contra mais de 230 mil letras, o que proporcional­mente dará cerca de 80 páginas para a nova norma. Dessa forma, traz explicações bem mais detalhadas sobre ins­tala­ções e dispositivos de segurança.

"Agora é outro mundo, com explicação muito mais clara sobre o que é necessário. Uma evolução drástica do texto em si e com a criação de um grupo de trabalho permanente que vai discutir melhorias. A situação que tínhamos antes era de uma norma valendo de 1978 até 2010. A tecnologia avançou, e a norma trazia algo de 32 anos atrás. Se atualizou o texto e se coloca a ­oportunidade de uma atualização contínua", avalia o engenheiro de segurança João Baptista Beck Pinto, que coordena um GT de Saúde, Segurança do Trabalho e Meio Ambiente da ABIMAQ (Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos), no Rio Grande do Sul.

Alterações

Criada pela Portaria 3214, de 08 de junho de 1978, a NR 12 sofreu uma primeira alteração em 1983. Em 1994, a norma ganhou o anexo de motosserras e, em 1996, o de cilindros de massas. Mais duas pe­quenas mudanças ocorreram em 1997 e em 2000. Já a publicação da nova NR 12 traz uma transformação total, alcançada de forma tripartite. O nome da norma também mudou. Agora chama-se NR 12 - Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos. "O mais importante da nova versão são as informações mínimas para que a máquina seja concebida de forma se­gura. Queremos a médio prazo uma no­va geração de máquinas", afirma a coorde­nadora do GTT da NR 12, a auditora ­fiscal da SRTE/RS, Aida Becker.

Já para os trabalhadores, há avanços em to­da a concepção da norma. "Modernizada, buscou contemplar a maioria dos dife­rentes modelos de máquinas e equipamentos inseridos nos distintos processos de trabalho. Ela se ateve aos rumos da glo­balização, com visão atual alinhada às nor­mas - nacionais e internacionais - mais re­centes; e vislumbrou proteger, de fato, os envolvidos no processo de fabricação, en­­volveu compradores e usuários, e vis­lum­brou a segurança no ambiente ao redor da máquina. Em sua nova roupagem, vejo como um dos melhores trabalhos ge­rados pelo processo tripartite e dará uma no­va dimensão à Segurança do Trabalho a grande parte dos setores produtivos", analisa o técnico de segurança do Sindicato dos Meta­lúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes, Adonai Ribeiro.


Reportagem de Cristiane Reimberg, com colaboração de Juliano Rangel.

Confira a reportagem na íntegra na Edição 228 da Revista Proteção.

Comentários
Eder de Souza Miranda Denuncie este comentário
A muito tempo precisavamos de tais ações voltadas para a eliminação de fontes geradoras de riscos, baseadas em uma metodologia em prol de proteções coletivas. Vamos fazer valer a pena a nossa luta.
Andrea Gonçalves Denuncie este comentário
A noticia é muito interessante principalmente para quem trabalha nesta area, gostaria de receber estas mensagens pelo meu e-mail tambem, desde ja muito obrigada.
Wellinson dos Santos Medeiros Denuncie este comentário
È muito gratificante ver que as autoridades do nosso país estão mudando o seu pensamento, com isso só quem sai ganhando são os profisionais prevencionista e os trabalhadores que são os que mais sofrem com os riscos existentes no ambiente de trabalho.
IZAIAS DE SOUZA AGUIAR Denuncie este comentário
SOB O MESMO PONTO DE VISTA DOS COLEGAS ACIMA, REALMENTE ESTA REVISÃO DA NR 12 VEIO DE ENCONTRO AS NOSSAS NECESSIDADES E A REALIDADE DO NOSSO PAÍS, AFIM DE PROPORCIONAR MELHORES CONDIÇÕES AOS TRABALHADORES E TAMBÉM DAR SUPORTE TÉCNICO QUALIFICADO AOS PROFISSIONAIS QUE ATUAM NA ÁREA SST.

AGUIAR - POUSO ALEGRE-MG
Técnico de Segurança do Trabalho
gersdon lemos Denuncie este comentário
necessário os ajustes nas normas de segurança na nr 12 mais uma conquista ná area da prevenção.
atenciosamente
consult.vidanhalemos@bol.com,.br
tst 7681-Mte-Rs
SÉRGIO ADRIANO SILVA DE MELO Denuncie este comentário
Realmente são boas novas a formulação da NR 12, estava defasada e agregava pouco sobre os riscos relacionado as máquinas.
Mas, espero que seja revisto não só a NR 12, como também a NR 11, NR 15 e outras que carecem de uma maior prevenção.

COTEMINAS - NATAL/RN
Técnico em Segurança do Trabalho
Gestor Ambiental
Arnon Tavares Denuncie este comentário
Muito Bom essa da NR 12.
Se Deus quiser teremos mais alterações em outras NR`s. Algumas já estão precisando de uma revisão a muito tempo...
Antônio Campos - Tecnólogo em Segurança do Trabalho Denuncie este comentário
A NR-12 anterior ja estava ultrapassada, não atendia as exigências das novas tecnologias e máquinas de ponta que surge todo dia.Veio em boa hora. Espero que essas mudanças ocorram em outras NRs. É muito positiva o debate que gira em torno de modificações na NR-4 SESMET.
Michele Morato Viegas Denuncie este comentário
No curso de TST, fiz meu TCC baseada na NR 12, uma vez que meu tema era proteção da máquina seladora ( embalagens de pães e biscoitos). Senti falta de muitos aspectos voltados a maquinários como a seladora a laser, que ainda apresenta uma deficiência em seu sistema de segurança. Quero receber com prazer esta nova NR 12, e espero que como foi citado,contribuir para que ela melhore mais e mais. Creio que o mesmo deveria ser realizado com outras NR`s, em especial a 10 e 18 devido a este "bum" que teremos no país por motivo das copa do mundo, muitas obras, e muito o que avançar na segurança.
Parabéns pela matéria. Parabéns aos avanços na Segurança do Trabalho. TST em constante aprendizado e evolução.
Michele Morato.
JOSE CARLOS SANTOS DA SILVA Denuncie este comentário
Muito boa esta notícia sobre as modificações na NR 12. Aqui em Rondônia estamos passando por uma fase de mudanças e em todo o estado há obras diversas. Assim como a MIchele Morato sugeriu acho que pelas obras vindouras no Brasil por consequencia da Copa do Mundo e Olimpíadas é urgente e interessante termos modificações também em outras normas.
LUIZ ANTONIO SANTOS SEBASTIÃO - BARRETOS/SP Denuncie este comentário
Excelente!!!

Assim que publizar o novo texto da NR-12, é importante atualizar outras normas regulamentadoras que já estão defasados a muito tempo, por exemplo a NR-15 Trabalhos e Operações Insalubres é pré-histórica.

Luiz Antonio / Barretos - SP
Manoel Caxias Denuncie este comentário
Olá...

A todo momento passamos por inovações nas diversas áreas da vida. Na segurança do trabalho não pode ser diferente, a notícia além de muito interessante muito me alegra, pois acidentes com máquinas quase sempre são graves. Como é inviável produzir sem as máquinas nos dias atuais, o melhor que fazemos é inovar. Assim todos saem ganhando.

Grande abraço a todos.

Manoel Caxias
Técnico em Segurança do Trabalho
Técnólogo em Gestão Ambiental
Castanhal-Pará
jardel patricio Denuncie este comentário
gostaria de receber mais informações sobre o assunto.
Um forte abraço e um feliz natal a todos.
Antonio José Plácido de Mello Denuncie este comentário
Muito importante esta transformação a NR 12 já merecia passar por reforma. Muito brasilieros foram vitimas por desatualização na norma.
Engenheiro Agrônomo e Segurança do Trabalho.
GLEICI PENIDO Denuncie este comentário
Que bom que já está com mudanças a NR - 12. Para os profissionaís da área vai ficar muito mais fácil para se tomar a partida de como proteger os trabalhadores de forma segura.. e a nova mudança no sistema de segurança de máquinas e equipamentos ajudará a evitar muitos acidentes do trabalho..
JOSÉ PAULO DA SILVA Denuncie este comentário
Todas as Normas regulamentadora devieria sofre alterações de maneira que não ficassem tanto tempo com seu conteudo defasado e que realmente fossem atualizados conforme vem evoluindo nos tempos atuais em que vivemos.
José Paulo da Silva
Técnico de segurança do Trabalho
Vale Grande - Matupá - MT
Josiel Sá Denuncie este comentário
Já estava na hora desta NR12 sofre esta mudança e com certeza tornará o trabalho mais seguro, esperamos que todas as empresas que possuem máquinas e equipamentos similares nos seus processo produtivo façam as correções necessárias conforme esta nova NR 12.
Rodrigo Cabello da Silva Denuncie este comentário
Tomara que essas mudanças na NR-12 colabore para reduzir os acidentes e que tanto empregadores como empregados concientizem-se da importancia da segurança das maquinas e equipamentos para sua propria segurança.
Gil Zago Denuncie este comentário
Já em 2009 estávamos nos preparando na FUNDACENTRO com o curso de especialização para "Instrutor de Segurança em Máquinas Injetoras e Sopradoras" .
Foi um curso árduo com carga horária de mais de 100 horas incluindo campo e prático, mas valeu a pena e agora com a publicação da Norma NR-12 estamos aptos a multiplicar a prevenção para os Operadores, Cipeiros, Mecânicos, Trocadores de moldes, Supervisores de manutenção, Técnicos em Segurança e todos os envolvidos na área.

Gil Zago Instrutor Técnico em Segurança do Trabalho
São Caetano do Sul- SP
Bruno C. Bilbao Adad Denuncie este comentário
Então, finalmente foi publicada a NOVA NR-12 e que seja bem vinda. Estudos mostravam que mais de 50% dos acidentes típicos tinham envolvimento de máquinas e equipamentos, assim havia sim a necessidade de adequações e m odernização da mesma. O SENAI-PR há cinco anos vem trabalhando para dar o suporte necessário às empresas na adequação das máquinas e equipamentos, realizando Projetos de Proteções Físicas, Capacitação para o Uso Seguro de Máquinas e Equipamentos, Consultoria pra a elaboração de um adequado programa de prevenção de acidentes com máquinas (como parte integrante do PPRA ou PCMAT), elaboração de pareceres, orientações para a elaboração de Manuais, Investigação de Acidentes que envolvam máquinas e tudo o que é necessário para a prevenção com máquinas. Interessados podem entrar em contato pelo e-mail: bruno.adad@pr.senai.br
Bruno C. Bilbao Adad Denuncie este comentário
Ao colega Michele Morato Viegas, quanto ao seu comentário sobre que a NR-10 e a 18 deveriam também ser elaboradas como a NOVA NR-12. A NR-18 (atual) foi a primeira Norma de Segurança elaborada de forma tripartite e publicada em 1995 !!!, assim foi a pioneira nesta campo do tripartismo. Instituiu o CPN (comitê permanente nacional) e é mais, instituiu os CPR`s que são instâncias Regionais para o aprimoramento da NR-18 e ela esta em constante revisão por parte desses comitês.
Dilson Ribeiro Denuncie este comentário
A “revisão” da NR 12 é um presente para todas as partes envolvidas:
1º- Para o trabalhador: Mais garantia de segurança no desenvolvimento tarefas;
2º Para o empregador: Redução dos gastos gerais com acidentes do trabalho;
3º Para o governo: Redução das despesas relacionadas aos acidentes de trabalho (aposentadoria precoce de trabalhador, benefícios por invalidez, etc.);
Enfim as expectativas são muito boas, porém sem a atuação da fiscalização do cumprimento da “nova” NR será apenas mais um arquivo de bom conteúdo.
Dilson Ribeiro
Antonio José Hartmann Denuncie este comentário
Toda a modificação que trouxer melhorias para a preservação da vida e saúde é bem vinda, tanto no campo da legislação, quanto nas normas técnicas. Ambas devem ser dinâmicas, não poderiam ficar paradas no tempo, ainda mais, considerando a velocidade com que são introduzidas modificações pela evolução do conhecimento humano. Tambem não podemos permitir depender de ocorrências desastrosas para que sejam iniciados estudos e assim alteradas, isto não é Prevencionismo. É bom ver que ha muitos colegas com capacitação, seriedade, despreendimento e dedicação em defesa da prevenção, muitos deles anônimos.

Antonio José Hartmann
Téc Seg do Trabalho
Gravataí - RS

Aliel Denuncie este comentário
Bom, esta melhorando.
Roebrto José de Oliveira Denuncie este comentário
Tudo que é novo em questão de melhoria em segurança do trabalho é sempre visto com bons olhos, tenho certeza que muitas novidades estão por vir, pois tem outras normas que precisam de alterações, vir de encontro com as necessidades do trabalhador garantindo um ambiente de trabalho seguro e saudável.
Roberto José.
Téc. Seg. Trabalho
Sapezal-MT
Joselito Ramalho Denuncie este comentário
No setor industrial, para aqueles que realmente se preocupam com a prevenção, isso não é uma mudança e sim o início da vitória que só acontecerá realmente quando não houver mais acientes em máquinas.Parabéns.
Josimara T. Denuncie este comentário
Muinto boa esta recorreção na NR 12, espero que aconteça em outras normas tbm que e ja esta precisando a muito tempo
Marcos Denuncie este comentário
As mudanças na nova portaria da NR-12 foi de suma importância para proteção dos trabalhadores que operam máquinas e equipamentos.... Porém, acredito que também trouxe sérios problemas para empresas que possuem máquinas do tipo "PRENSA HIDRÁULICA MANUAL", pois, terão de certa forma que instalar conforme ITEM 12.42 - Alínea - d) válvulas e blocos de segurança ou sistemas pneumáticos e hidráulicos de mesma eficácia;ótese alguma como fazer instalação desse mecanismo de proteção..... Então, após anos sem revisão,penso que de certa forma houve exagero em alguns pontos da nova portaria da NR-12.
Estas máquinas conforme alguns fabricantes não tem em hip
adenilson costa de oliveira Denuncie este comentário
Boa tarde!
A nova NR-12 realmente ficou muito mais detalhada para cada tipo de máquina, para nós da área de segurança do trabalho e de uma grande valia .
Adenilson costa de Oliveira.
Supervisor de SMS.
Antonio Abraão de Souza Santos Denuncie este comentário
Muito bom!!
As mentes brilhantes detalharam itens muito importante, que servem para nós Técnico de Segurança desempenhar e cobrar os procedimento mais específicos.
Técnico de Segurança e Meio Ambiente do Trabalho.
Fabiano Ferreira Denuncie este comentário
Muito bom esta norma melhorando as proteções e dspositivos de partida e parada das máquinas dando uma amppliada na segurança.
elizama caeneiro almeida Denuncie este comentário
reaimente com o mundo cada vez mas em constante evoluçao tecnologica tinha que haver uma enovaçao dessa nr12,pois tanto os homes como as maquinas tambem vivem nessa evoluçao, sendo assim veio a adaptaçao necesaria para segurança do trabalhado e no seu cuprimento de sua tarefa. tecnica em saneamento ambiental./11 04 2011/para marituba.
elias gorayeb santos Denuncie este comentário
SENHORES EDITORES! BOM DIA!
É DE SUMA IMPORTÂNCIA QUE CADA NR,CRIADA ATÉ HOJE SEJA SEMPRE ENOVADA,POIS HÁ SEMPRE NECESSIDADE,DO ACOMPANHAMENTO DE EVOLUÇÃO,DO MUNDO EM QUE VIVEMOS,VISTO QUE OS ACIDENTES DO TRABALHO ASSIM COMO AS PATOLOGIAS DO TRABALHO,AINDA SÃO UMA GRANDE REALIDADE NO BRASIL,NA MAIORIA ORIUNDAS DA CONTRUÇÃO CIVIL,E DE MUITAS INDÚSTRIAS,POR CULPABILIDADE DE EMPRESÁRIOS,APENAS PREOCULPADOS,COM O FATURAMENTO.E TAMBÉM POR AINDA EXISTIR,EM MUITOS ESTADOS DO BRASIL,DEFICIÊNCIA EM FISCALIZAÇÃO,PELO MINISTÉRIO DO TRABALHO.APROVEITANDO PARABENIZO EM MUITO A ENOVAÇÃO DA NR-12,VISTO QUE,TRARÁ EM MUITO AJUDA PARA OS PROFISSIONAIS,QUE LUTAM PELO PREVENCIONISMO!
ELIAS GORAYEB SANTOS/MÉDICO DO TRABALHO/MÉDICO AUDITOR/PERITO JUDICIAL.
PORTO VELHO-RONDÔNIA
Edimar Maximo dos Santos Denuncie este comentário
Tomara que essas mudanças na NR 12 possa trazer mais beneficios e mais parametros para que nos TST possamos implantar e exigir uma postura melhor de trabalho dentros da empresas, industrias.e que essas mudanças nao perem por ai que possa aconteçer tambem com outras normas tb.
Edilene Mara Pereira de Melo Denuncie este comentário
Boa noite ! Gostaria de me manter informada a cada atualização das nr
William dos Santos Ribeiro Denuncie este comentário
Esta nova NR12 vai trazer novos parametros importantes para todos da area.
leticia maria belo Denuncie este comentário
é muito bom quando alguem nos alerta de algumas noticias essas que por pouco tempo que nos temos e não conseguimos ler jornais nem revistas deixando de saber.Gostaria de saber sempre que alguma nr tiver alguma modificação pelo meu email.
JOSE ADMILTON FELIX DA SILVA Denuncie este comentário
CRÍTICAS: OS MESMOS PROBLEMAS

Entretanto, verifiquei alguns problemas na redação desta nova NR-12, o que já vinha ocorrendo com a edição de outras normas, ou seja, a redundancia, o extremo detalhismo, criando inevitavelmente “clones regulamentares” oriundos de outras normas. A nova NR-12 tem 54 páginas de arquivo PDF! É aquele tentativo de querer prever tudo, a utopia da legislação perfeita, com detalhes infinitesimais, acabando por criar regulamentos que se superpõem ou repetem itens de outras NRs. Esse tipo de crítica já havia sido feita em Trabalho deste autor, publicado no Encontro Nacional de Auditores Fiscais, em 2006,
OS CLONES
Na seção da NR-12 destinada a “postos de trabalho”, por exemplo, observa-se evidente superposição com a NR-17, repetindo-se de forma diferente, os mesmos dispositivos daquela norma.
Compare os regulamentos abaixo, da nova NR-12 e da NR-17
Compare os regulamentos abaixo, da nova NR-12 e da NR-17:
NOVA NR-12:
12.10.2.4 As mesas e demais locais para colocação de materiais e peças que estejam sendo trabalhadas, assim como o ponto de operação das máquinas e equipamentos, devem estar na altura e posição adequadas para cada trabalhador, garantindo boas condições de postura, visualização, movimentação e operação, a fim de evitar fadiga ao operador.
NR-17
17.3.2. Para trabalho manual sentado ou que tenha de ser feito em pé, as bancadas, mesas, escrivaninhas e os painéis devem proporcionar ao trabalhador condições de boa postura, visualização e operação.
Observe-se essa outra situação, entre a nova NR-12 e a NR-17:
NOVA NR-12:
12.10.2.13 Os locais de trabalho devem ter sistema de iluminação adequada, instalada de forma permanente de maneira a possibilitar boa visibilidade dos detalhes do trabalho em máquinas e equipamentos.
12.10.2.14 Medidas especiais devem ser adotadas para evitar zonas de sombra ou de penumbra e efeito estroboscópico.
Existe alguma diferença em relação à NR-17, abaixo?
NR-17:
17.5.3. Em todos os locais de trabalho deve haver iluminação adequada, natural ou artificial, geral ou suplementar, apropriada à natureza da atividade.
17.5.3.2 A iluminação geral ou suplementar deve ser projetada e instalada de forma a evitar ofuscamento, reflexos incomodos, sombras e contrastes excessivos.
Dilson De Benedetti Denuncie este comentário
CRÍTICAS:
Novamente, conforme posição do CREA; os profissionais da área de segurança não tem formação técnica para arbitrar sobre a área elétrica. A redundância para acionamento de equipamentos é estranha! Existe alguma estatística que justifique? Que negócio é esse de acionamento em 25Vca e 60Vcc como limite? Um simples interruptor residencial tem tensão elétrica 110Vca ou 202Vca; tendo uns 10A no dedo!!! Um 1A já mata!
O texto como foi elaborado está muito ruim.
Susana Costa Denuncie este comentário
Bom Dia, tenho uma duvida qual profissional é habilitado para ministrar cursos de Operadores de motosserras??? e tbém gostaria de receber todas essas atuaçizaões em meu email.
Obrigada.... Susana Costa - Lages - SC
Paulo Gonçalves Carvalho Denuncie este comentário
Certamente houve avanços na versão mais recente da NR-12, mas também muitos excessos. Exigir certas redundancias nos disjuntores e contatores soa absurdo, já que os fatores que podem comprometer a atuação correta de um deles certamente afetará também o dispositivo redundante.

Houve também generalizações exdrúxulas, já que o texto da NR trata máquinas e equipamentos de forma genérica, atropelando outras normas e NRs.

Parece também que o texto foi elaborado às pressas, para ser assinado pelo presidente que estava deixando o cargo. Percebe-se claramente que faltou uma revisão mais criteriosa. O texto como está vai criar muitos problemas de aplicação sem se ter um ganho real de aumento de segurança, que é o que interessa.

Como alguém já comentou acima, como ficam os interruptores caseiros, os chuveiros elétricos, as ferramentas de mão (furadeiras, esmerilhadeiras, etc.), terão que ter um transformador interno e um contator (com redundancia...) para poderem ser utilizados?

Urge fazer uma análise mais criteriosa do texto da NR12.
Odilon Ribeiro deArruda Denuncie este comentário
Esta NR-12 esta mal elaborada e deixa varias interpretações de difícil entendimento, no entanto já estão fazendo uma nova revisão isto prova que ainda vai ter mudaça na NR para melhor entendimento.
vidanhalemos Denuncie este comentário
segurança do trabalho sempre .cipa sipat consultoria vidanhalemos@bol.com.br
Edilson Denuncie este comentário
As mudanças são necessarias e fazem parte de todo o processo tecnologico industrial, vejo com muita satisfação que estamos caminhando em busca de um resultado positivo dentro de um iniverso onde o homem estar inserido e merece tudo que estiver ao nosso alcance para ter sua integridade fisica e mental protegida, vejo tambem, que todos que fazem parte do desenvolvimento economico são beneficiado alem de seus familiares.

Edilson Feitosa - Tecnico de Segurança no Trabalho
Hermes Barbosa dos Santos Denuncie este comentário
Muito boa essa nova nr 12,porque a anterior era muita resumida deixando muitas incertezas e duvidas sobre quais procedimentos tomar em alguns casos sobre as maquinas e equipamentos,agora sim nós temos uma nr 12 completa..parabéns
Jose Denuncie este comentário
A NR12 é muito boa, mas não é para a nossa realidade!
O Ponto mais preponderante já no inicio da Norma fala "que não se pode comprar e nem vender uma maquina que não esteja adequada", mas quem veio primeiro o OVO ou a GALINHA, vou explicar:

É mais fácil fiscalizar quem vende com o ponto de origem no fabricante que é UM ou fiscalizar quem compra VARIAS EMPRESAS?

É mais fácil interditar maia dúzia de maquinas entre 600 maquinas em um parque fabril que pode influenciar no emprego de maia dúzia de trabalhadores ou obrigar um FABRICANTE a fabricar maquinas seguras e com preço competitivo
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
P Curso de Higiene Ocupacional - Banner 6
P Cadastre-se Banner 6
P Proteção Assinatura Completa - Banner 6
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação Download
Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital