Promo Dezembro 2019 - Proteção
title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
MTb interdita Plataforma de Paracuru no Ceará

Divulgação Ministério do Trabalho
Data: 30/01/2018 / Fonte: Ministério do Trabalho

Paracuru/CE - As operações de intervenção com sondas na Plataforma de Petróleo do Campo de Xaréu, no município de Paracuru (CE), continuam interditadas. Uma equipe de fiscalização do Ministério do Trabalho foi até o local e constatou riscos altos à integridade física dos trabalhadores que realizavam as operações. A interdição afeta a produção nos Campos de Petróleo Marítimo PEP-01, PAT-2, PXA-2 e PXA3.

"Nas plataformas fiscalizadas foram encontradas várias situações de risco, como ruído, vibrações, explosões, incêndio e exposição a gases tóxicos", explica o auditor fiscal do Trabalho, Franklim Rabelo, que comandou a fiscalização.

Além disso, não havia técnicos de segurança no trabalho para acompanhamento das intervenções com sonda nos poços de petróleo. "A Norma Regulamentadora nº 30, que trata de segurança e saúde no trabalho aquaviário, exige a obrigatoriedade da presença de um técnico de segurança no trabalho", lembra.

A fiscalização constatou ainda que o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA) da empresa é de 2013/2015. "É um programa importante que deve estar em dia. Não encontramos avaliação atualizada posterior a 2015", afirmou.

A intervenção ocorreu no último dia 19 de janeiro. A empresa foi notificada a apresentar documentos que comprovem a regularização das condições de segurança. "A intervenção só será suspensa após as devidas adequações exigidas pela auditoria. As providências devem ser adotadas sob orientação e supervisão de um profissional habilitado", explica o auditor.
Comentários
ROBerto Denuncie este comentário
A ANP não está fazendo fiscalização...compete a ela fiscalizar as atividades de produção de petóleo.Ainda bem que o MT está agindo!!!Até TS faltando !!Barbaridade!!!
WILSON JOSÉ DE OLIVEIRA Denuncie este comentário
Acredito que parando todas atividades será uma tarefa de menor risco, permanecendo no ambiente apenas aqueles que de algum modo desenvolverá exercício na recuperação dos meios de prevenção e segurança de modo geral. Esta empresa deveria mostrar para as demais que têm condição de aprimorar suas atividades e dar segurança para todos aqueles que ali trabalham ou exerce alguma atividade. Seria importantíssimo a revisão geral de todos os seus programas em todas as áreas, não deixando brechas que acarretariam prejuízo ou acidentes para os ocupantes.
Carlos Hamilton L das Neves Denuncie este comentário
Parabéns! ao MTE e os AFT pela autuação realmente as vezes as empresa não cuida do maior e principal patrimônio que é o trabalhador com saúde e integridade
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
3     4     5     6     7     8     9     10     11     12
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital