Banner 1 - SESI RS - 17 a 27 Janeiro
Banner 1 - GRO - 2020
Banner 01 - Promo Circulação -  Janeiro 2020 - proteção
Banner 1 - PoliUSP - Janeiro 2020
Banner 06 - Promo Circulação - Janeiro 2020 - proteção
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias


Você está em: Noticias / Legal
Legal
Trabalhadores são resgatados em condições degradantes em fazenda do Piauí
Data: 25/08/2016 / Fonte: MPT/Piauí

São Francisco de Assis do Piauí/PI - Uma ação conjunta do Ministério Público do Trabalho (MPT), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e IBAMA flagrou 25 trabalhadores em condições análogas à de escravo em uma fazenda no município de São Francisco de Assis do Piauí, a 317 km de Teresina, na manhã da última quarta-feira (24) O procurador do Trabalho, Edno Moura, determinou a paralisação das atividades e notificou o proprietário da fazenda a prestar esclarecimentos nesta quinta-feira (25), na sede da PRF em Floriano.

A denúncia anônima foi feita à Polícia Rodoviária Federal relatava a retirada de madeira em uma propriedade rural e a suspeita de trabalho degradante. "A PRF nos procurou para investigarmos in loco. O que constatamos foi um quadro de degradância e desrespeito à dignidade do ser humano. Trabalhadores comendo no chão, bebendo água sem tratamento adequado, dormindo ao relento e sem equipamentos de proteção individual", afirmou Edno Moura.

Os trabalhadores não tinham carteira assinada e nenhum direito trabalhista garantido. Além disso, eram obrigados a comprar motosserras, cujo valor estava sendo descontado nos seus rendimentos, e ainda tinham que comprar do empregador o combustível para fazê-las funcionar. No local, foram apreendidas oito motosserras, já que nenhum trabalhador dispunha de documentação necessária para o manuseio.

Durante a diligência, o MPT determinou a paralisação imediata das atividades e os trabalhadores foram retirados da frente de trabalho. "Já identificamos o empregador e vamos trabalhar para que ele regularize a situação desses trabalhadores, que devem ter seus salários atualizados e seus direitos assegurados", garantiu o procurador.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Legal
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital