P Sudravit Alimentos Banner 1
P UVEX Carbonvision Honeywell  - Banner 1
P Gas Alert Maxt II | Honeywell - Banner 1
P Graduacao USP Banner 1
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Produtos & Serviços
    Sipats
    Últimas Notícias
P Similar Banner 4
P NN Eventos - Banner 5
P Fotos Redes Sociais - Banner 5
P Eventos do setor Emergência Banner 5
P SuperGuiaNet Máscara Facial - Banner 5
P Nova Loja Virtual SST - Banner 5


Você está em: Noticias / Legal
Legal
Ministério do Trabalho publica nova NR 20
Data: 06/03/2012 / Fonte: Redação Revista Proteção

Brasília/DF - A Secretaria  de Inspeção do Trabalho alterou a Norma Regulamentadora nº 20 - Líquidos Combustíveis e Inflamáveis, por meio da Portaria nº 308, de 29 de fevereiro, publicada no DOU de hoje (6).

Esta NR estabelece requisitos mínimos para a gestão da Segurança e Saúde no Trabalho contra os fatores de risco de acidentes provenientes das atividades de extração, produção, armazenamento, transferência, manuseio e manipulação de inflamáveis e líquidos combustíveis.

O artigo 2º da NR 20 aprova a criação da Comissão Nacional Tripartite Temática (CNTT), com o objetivo de acompanhar a implantação da nova regulamentação. A CNTT avaliará os prazos consignados após 12 meses da publicação desta nova NR, podendo propor ajustes.

Foto: S.O.S Cotec

Comentários
Danilson Denuncie este comentário
Estamos esperando que NR4 tambem seja alterada, que o tecnólogo em segurança no trabalho seja incluido na mesma.
Flávio Faustino Denuncie este comentário
Concerteza Amigo Danilson, tambem sou Tecnologo aqui no Rn, esperamos com muita fé que isso tone-se uma realidade.
Diego Rodrigues Denuncie este comentário
Vai sonhando...
Antonio Denuncie este comentário
Tecnólogo quem inventou isso..............
Ricardo Denuncie este comentário
Tecnólogo ou Tecnada???
VCs já entraram sabendo que não eram reconhecidos agora aguenta ou estudem de novo 2 anos pra técnico de segurança do trabalho e entrem para a família SESMT..rss
Rosi Denuncie este comentário
Porque inventaram isto, se a profissão não é regularizada??
jhobhard Denuncie este comentário
Acho injusto algumas faculdades ministrar esse tipo de curso "Tecnólogo de Segurança do Trabalho", mas faço minhas as palavras do companheiro Ricardo quando afirma que ao fazer esse tipo de curso o aluno está ciente das consequencias. Antes de fazer qualquer curso é necessário avaliar primeiramente se o mesmo é reconhecido pelo MTE em seguida pesquisar se existe mercado para aquela área. Não adianta chorar o leite derramado e ficar esperando que um milagre caia do céu, a vida é uma realidade e não um faz de conta.
Tallick Silva Moraes Denuncie este comentário
Por que as instituições de ensino superior, dispõem o curso de Tecnólogo de Segurança do Trabalho, se o mesmo, além de nao ser reconhecido pelo mercado de trabalho, também nao chegou a ser assunto para debate e possivelmente vir a existir na norma regulamentadora? Fácil, instituições de ensino superior privadas, não desejam perder possiveis clientes, ávidos em obterem um diploma de tecnólogo.
Em o MEC reconhecer o curso de Tecnólogo em Segurança do Trabalho é uma coisa, a área fazer parte do SESMT é outra coisa; e o mercado de trabalho aceitar definitivamente como sendo uma profissão real, é outra coisa.
Estudem.
Tallick Silva Moraes Denuncie este comentário
A provável atuação do Tecnólogo de Segurança do Trabalho, irá contribuir significativamente no bom desempenho e atuação do SESMT? As aptidões do Tecnólogo de Segurança do Trabalho poderá entrar em conflito com as do Técnico de Segurança do Trabalho e do Engenheiro de Segurança do Trabalho? As funções do Tecnólogo de Segurança do Trabalho já foram totalmente esclarecidas quando em plena atividade no SESMT e frente ao universo empresarial nacional? Creio que, essas perguntas, ainda faltam serem respondidas por todos os profissionais em Segurança e em Medicina do Trabalho. Porém, nao é disso que trata a matéria em pauta nesta página da Revista Proteção.
Mas, só para lembra-los: nada, absolutamente nada, substitui a nossa Norma Regulamentadora, que é a nossa Carta Magna.
Fernando Rafael Jaeger Denuncie este comentário
Sou Técnico em Segurança do Trabalho, com Regº no MTb. Não sei o por que desta injustiça que vocês estão fazendo com os Tecnólogos. Acho que se esses trabalhadores, vierem a desempenhar um bom papel prevencionista, só temos a ganhar, e não vamos questionar, se eles irão ou não ganhar respaldo perante o MTE. Precisamos de prevencionistas no mercado !!
Vladmir Denuncie este comentário
Não ser reconhecido pelo MTE é simplesmente não existir está função não é regulamentada é nunca será.
FELIPE Denuncie este comentário
kkkk tecnologico o que é isso???? agora estão inventando novos cargos kkkk... o que vale e o que é reconhecido somos nós Tecnicos em Segurança do Trabalho, isso sim é prevenção, isso é profissional qualificado....
Rui - AL Denuncie este comentário
Eu não tenho nada contra as pessoas que fizeram o curso Tecnologico em Segurança do Trabalho, uma coisa eu sei. O bicho vai pegar no canteiro de obra para saber quem manda em quem rsss. Abraço a todos os Técnicos de Segurança.
adeilson Denuncie este comentário
e isso ai nos somos tec estudamos 2 anos pra isso
Jonanthan Barreto Denuncie este comentário
A culpa é das entidades capitalistas, enquanto as pessoas querem entrar no mercado, eles sangram com essas ilusões. Me desculpem os técnólogos, mas esta categoria não tem lógica, ou é técnico ou engenheiro! Sou técnico e estou estudando engenharia, por que vocês não fazem isso?
RODRIGO BARBOSA Denuncie este comentário
Tecnólogo é nomenclatura ou título para um formando num curso superior apenas. O MTE nunca rasgará a história da prevenção no Brasil aonde montou o cenário dos verdadeiros profissionais da prevenção (Técnico em Segurança do Trabalho, Engenheiro e Médico) que garantiram com seus esforços números significativos não havendo espaço para oportunistas ou para profissões sem história ou referencia alguma na história da prevenção de acidentes no nosso país. Respeito o direito de estudar, de formar-se no que voces desejarem mas não aceito essa bagunça e falta de respeito com as profissionais inseridos nesse contexto e atuantes como se fossem insuficientes.
Adriana Denuncie este comentário
Que belos profissionais da área da saúde e segurança!
Vocês não são obrigados a concordar com a formação tecnólogo, porem não dá direito de criticar, constrangi e principalmente desfazer dos tecnólogos, pois umas boas partes dos mesmos se esforçam e têm o sonho de ingressar no SESMT. Imagem se isso fosse com o técnico, se fosse com você? Sou técnica em Segurança do Trabalho.
Patricia Denuncie este comentário
Não acho justo que o tecnólogo exerça as mesmas funções de um técnico de segurança do trabalho, a segurança do trabalho não é pra ser levada de qualquer jeito, 2 anos muitas vezes não são suficientes para formar um excelente profissional de SST, quanto mais fazer um curso tecnólogo ainda mais se for à distância, a dificuldade de compreensão é bem maior!
ELIZABETH Denuncie este comentário
CONCORDO COM VOCÊ PATRICIA, NOS ESTUDAMOS MUITO, FAZEMOS CURSOS DE APERFEIÇOAMENTOS , TEMOS AULAS TEÓRICAS E PRATICAS. PARA PROTEGER A INTEGRIDADE FÍSICA E MENTAL DO TRABALHADOR. UM CURSO, ONDE AS FERRAMENTAS DE ENSINO, NÃO ALCANCE O PROPÓSITO DE APRENDER !
FICA DIFÍCIL DE ENTENDER .
Engº Marcos Denuncie este comentário
Existe o simples aspecto, você é técnico em segurança no trabalho ou engenheiro de segurança no trabalho.
Tem tecnólogo cantando de engenheiro por aí. Passe cinco anos cursando qualquer engenharia e depois mais 18 meses de pós-graduação para adquirir titularidade.
Querem forçar a barra para inserção em NR para legitimar atos.
Edson Denuncie este comentário
Aos poucos eu espero que as normas sejam alteradas claro com prudencia e cuidado. Não só as normas mas algumas leis que ja estão ultrapassdas.
Rodrigo Tossato Denuncie este comentário
Vamos aos fatos caros colegas, quanto aos comentários sobre esta importante alteração da NR 20? vamos nos atentar aos fatos, estas mudanças são bem vidas, mas aumentará em muito nosso serviço e existem para variar pontos obscuros e brechas nesta nova redação.

Rodrigo Cabello da Silva Denuncie este comentário
Demorou demais hein, falta agora alterar a NR4, onde poderia ser melhor explicada as atribuiçoes do TST quando este nao trabalha devidamente na funçao em industrias, e se esses podem exerce-la em escritorios.
José Nilson de Sousa Neto Denuncie este comentário
Só faço uma pergunta, qual é destas duas profissções regulamentada técnico em segurança ou o técnologo
Rogério Denuncie este comentário
Tecnólogo? Curso a distancia kkkk..imagine o profissional que irá formar.....Tem empresas ainda que contratam esse profissionais achando que são técnicos..... Pessoal vai denunciar a SRT....isso é um absurdo. Porque ele não fez o curso de Técnico e depois faz uma faculdade?...
Robson Vieira de souza Denuncie este comentário
Só não entendi uma coisa... porque estão discutindo sobre a profissão de técnólogo numa matéria que trata da alteração da NR-20, quanta ignorância de vocês técnicos e tecnólogos!
Michel Denuncie este comentário
Temos que olhar o lados dos tecnólogos, que almejam algo. Mais realmente é complicado você dar atribuições no SESMT equiparadas a um engenheiro e um médico que estudou no muitos anos ( no minimo 07) para um profissional que estuda 2, 3 no máximo. Acho que isso tudo é jogada das faculdades para ganhar dinheiro. O tecnólogos não possuem bagagem técnica para isso.
FRANCISCO Denuncie este comentário
Tecnólogo serve só para secretário ou secretária de luxo do Engº de Segurança
FRANCISCO Denuncie este comentário
Tecnólogo serve só para secretário ou secretária de luxo do Engº de Segurança
João Batista Calumby de Araújo Denuncie este comentário
Tecnólogo não é técnico, pois é um curso superior e não é engenheiro, pois não fez faculdade de engenharia, então vocês são o que? Onde que vocês querem atuar no quadro do SESMT?
Edvaldo Denuncie este comentário
Parem com isto!! tecnologo!! Esta não vai pegar. Já temos que aguentar Engenheiros incompetentes,agora vem mais um? KKKKKKKKKKKKKKKKKK
Tecologo não é nenhuma coisa e nem outra (Melhor definição)
Luiz Carlos Denuncie este comentário
Quantos comentários descabidos e preconceituosos. Penso que este não é o local ideal para se discutir o assunto de regulamentação de profissões, porém, não vejo nada de absurdo em termos os tecnólogos dentro do quadro da NR-4, pois como um dos colegas acima citou, precisamos de mais prevencionistas no mercado e que cada um faça bem a sua parte, isso é o que importa. Eu sou engenheiro e respeito muito o trabalho dos técnicos, sempre procurando trabalhar em parceria. Existem no mercado profissionais de todos os perfis, alguns muito bons, outros nem tanto, alguns competentes, outros nem tanto, mas isso vale para qualquer categoria. Precisamos nos unir em busca de um só objetivo, a prevenção.

Ah, e sobre a nova NR-20, vamos estudá-la e fazermos aquilo que nos couber.

Abraço.
Rubem Denuncie este comentário
Acho que as pessoas que cursaram para tecnologo deveriam sim buscar seus direitos, porém pautados na lei. Sou técnico em segurança e Marinheiro Mercante, porém desde o início do curso, muitos alunos ainda perguntavam aos professores qual a área "dá mais dinheiro". Pensando desse jeito técnicos ou tecnologos não chegarão á lugar nenhum. Acho que primeiro a defesa do SMS (segurança, meio ambiente e saude ocupacional) e depois as coisas pessoais.

Abração á todos, e vamos no mínimo nos respeitar!
Paulo Denuncie este comentário
O problema existe na falta de capacidade de gerenciamento de Normas e Leis que este país possui, por parte dos órgão responssáveis. Exemplo é ter um Curso de Tecnólogo sem reconhecimento legal. Quando dizem que o Brasil é de brinquedo, em cada situação como esta apresentada, vejo cada vez mais a incompetência pública fortalecendo este estigma.
sergio.silva Denuncie este comentário
Alterar a NR 4 já é uma necessidade, temos espaços para todos (tecnologo, engenheiro de segurança). Isto não é uma disputa e sim um melhor modo de implantar a segurança do trabalho na sua maior plenitude. Mais profissionais menos acidentes. Acorde tripartite, não adianta criar NR`s, sem adequar as já existentes como é a NR 4. O mais interessante é ter um CBO definindo as atividades e não ser regulamentado. A hierarquia não esta sendo respeitada. Sou tecnologo e tecnico. Se o Ministerio da educação e o Ministerio do trabalho aprovarão o curso, vamois regularizar e ser mais eficiente.!!!
FERNANDO RIBERO LUZ Denuncie este comentário
ACREDITO QUE MUDANÇAS DEVEM SER ANALISADAS, PRINCIPALMENTE QUANDO É RESPALDO PARA SEGURANÇA DO HOMEM.VEJO QUE O MERCADO É PROMISSOR E QUERO DEIXAR UMA DICA PARA QUEM É TECNÓLOGO, EMBORA NÃO SEJA RECONHECIDO PELO MEC, JÁ É UMA SATISFAÇÃO DE SABER QUE EXISTAM MAIS PESSOAS QUE TRABALHAM EM PROL DA SEGURANÇA DE OUTROS.
Ramiro Rodrigues Denuncie este comentário
O que leva uma pessoa a fazer um curso de dois anos sabendo que:
* Depois de formado não terá respaldo técnico ou reconhecimento como profissional, para que possa desenvolver suas atividades;
* O MTE ignora totalmente a existência dos tecnólogos em Segurança do Trabalho, não havendo, assim, um consenso sobre suas atribuições. Quais seriam elas?;
Desta forma, perante a lei, o tecnólogo em Segurança do Trabalho simplesmente não existe.
Marconi Magalhães Jacob Denuncie este comentário
Ficou muito feliz profissionalmente quando vejo comentários negativos aos Tecnologos, ainda mais quando vem de Técnicos em Segurança do Trabalho, os mesmos Técnicos que tem inveja de quem se propos a buscar conhecimento na área prevencionista, pelo outro lado fico muito triste com meus colegas TST que se dizem intendedores da lesgilação Brasileira, pois os mesmo não tem conhecimento nenhum do que compreende um profissional ser formado em Tecnologo! Para quem não sabe, fiquei sabendo: Tecnologo em Segurança é uma profisão reconhecida e tem CBO; Já conheci dezenas de casos de Tecnolos que fizeram pós em Eng° de Segurança e hoje são gerentes de SESMT e chefe de vocês simples TST, ainda tem mais, sabe quem pode dar aula para vocês TST? a quem diria o Tecnologo, espero que continuem pensando com essa mente mediocre e invejosa, pois assim sobra mais vaga para nós...Espero que os colegas TST que fizeram comentarios negativos a respeito do Tecnologo no minímo façam um retiifcação ou façam melhor, troquem de área, passem a lavar veiculos pois assim não precisam ficar na frente de um computador escrevendo um monte de bobagem como as que li!

Aqui quem lhes fala é um Técnico em Segurança do Trabalho e Meio Ambiente e Tecnologo em Segurança do Trabalho com Pós em Gestão Ambiental e no ultimo semestre de Eng° de Segurança.

E ai o que mais irão escrever?
JOSÉ MARIA DE OLIVEIRA Denuncie este comentário
Gostaria de chamar atenão aos tst, sou engenheiro de segurança do trabalho e professor do curso de tecnico em segurança do trabalho, com especialização em instrumentação, sinto muita dificuldade em ministrar aulas aos alunos do curso pois não tem base em matemática ou fisica, sendo que na hora de exercitar os exercícios de calculo de NPS, IBUTG, como calibrar um dosimetro ou uma bomba de amostragem de poeiras respiraveis, inalaveis, vapores organicos esses alunos questionam é acham que serão meramente filosofos, mas queria que esses tst que estão criticando os tecnologos avaliasse seus conhecimentos, pois tst se acham que sabem de mais, cuidado!!!, pois voces deveriam questionar suas atribuições em elaborar Programas, pois qualquer trabalhador metido ser do RH executa essas tarefas sem restrições, então voces devem lutar pela sua valorização profissional é não ficar criticando outros colegas que por incompetencia dos conselhos Estaduais de educação e Conselho Nacional de Educação que liberam autorizações sem nenhum critério, pois nos cursos de tst na maioria de 99% não dispõe de laboratório de instrumentação.
Jonathan Denuncie este comentário
Quanta ignorância... Tecnólogo é o técnico de nível superior, curso dinâmico e atualizado. Sou Técnico em Açúcar e Álcool (2 anos) e Tecnólogo em Processos Químicos (3 anos) e minha profissão é regulamentada por 16 atribuições do Conselho Federal de Química, estando bem claro onde se encaixa cada profissional. No caso do Tecnólogo em Química o conselho confere 13 das 16 atribuições. Em vez de ficarem brigando, deveriam pressionar o MTE para organizar suas atribuições e fortalecer sua classe profissional.
Everson Cesar Bazzo Denuncie este comentário
Olha pessoal , eu acho que devemos nos preoucupar em nos qualificarmos mais do que ficar discutindo quem vai mandar em quem, agora com essa nova redação da NR-20 vai chover cursos para que possamos estar ministrando afinal de contas na norma fala que até frentistas de postos de combustiveis tem que ser treinandos a cada tres anos e em toda adimissão,por profissionais que tenham proficiencia no assunto , e esses profissionais nadam mais são do que nos técnicos e engenheiros de segurança , então pessoal , vamos nos unir e dividir informações e materiais.
Luciano Viana Denuncie este comentário
Olá a todos, aqui em curitiba tambem tem esse curso de tecnologo em SST, creio que o curso pode agregar valor ao profissional, vir a somar, mas aqui fica um conselho aos que querem fazer este Curso para depois não se sentir frustrado e ignorado pelo mercado de trabalho. Lei 6.514 de 22 de Dezembro de 1977 que regulamenta a NR-04, para quem conhece a Norma não precisa falar mais nada, do jeito que nossos parlamentarem se preocupam com o seu proprio nariz, jamais irão olhar para a regulamentação do Curso de Tecnologo, eles sabem desviar verbas,acabar com a saude , educação e a Segurança, sabem sim dar migalhas como bolsa familia auxilo reclusão para bandidos presos que matam e continuam mesmo preso traficando e acabando com familias. Então meu amigos tecnicos vamos nos unir e formar um grupo de pessoas criticas que não aceitam as injustiças , as robalheiras estou montando os chamados Indignados que vão lutar e fazer questão de colocar na midia nomes de politicos envolvidos em escandalos, fraudes em licitação, propina e outros para ver se as pessoas de bem acordam e fazem algo para derrubar esses sangue sugas do povo brasileiro. este espaço pode ser bem melhor utilizado para este fim, pois a pergunta é se não começarmos hoje a buscar mudanças, como vai ser o futuro do seu filho? abraços Luciano TST sim ignorante jamais ...
Nilows Denuncie este comentário
Um tecnologo que diz que é superior ao técnico chega a ser engraçado, não tem respaldo no Poder Legislativo e na Comissão Tripartite Paritária. Mas um técnico que faz incrição no CREA e na faculdade de Tecnólogo achando que o curso será inserido no SESMT merecia perder seu registro de técnico no MTE e estudar tudo de novo para aprender a não dormir na sala de aula!!!

Nilows
Tec. em Seg. do Trabalho
Funcionário Público Federal
Nilows Denuncie este comentário
Um tecnologo que diz que é superior ao técnico chega a ser engraçado, não tem respaldo no Poder Legislativo e na Comissão Tripartite Paritária. Mas um técnico que faz incrição no CREA e na faculdade de Tecnólogo achando que o curso será inserido no SESMT merecia perder seu registro de técnico no MTE e estudar tudo de novo para aprender a não dormir na sala de aula!!!

Nilows
Tec. em Seg. do Trabalho
Funcionário Público Federal
Elibete Rocha Denuncie este comentário
Eu gostei, é bom saber que existe possibilidade de mudanças.
Evani Feitosa Santos Denuncie este comentário
Bom dia!

Pessoal, eu não estou acreditando que profissionais que se julgam capazes de promoverem a saúde e a integridade física de vidas pensem de uma maneira tão discriminatória. Afinal, onde está a ética e o respeito para com o próximo. Lamentável determinadas opiniões.
Para conhecimento daqueles que discriminam a profissão TECNÓLOGO EM SEGURANÇA DO TRABALHO, informo que o MTE já disponibilizou o CBO: 2149-35, já possuímos registro no CREA e já somos reconhecidos pelo MEC. Na realidade o surgimento do TECNÓLOGO surgiu com base na necessidade e crescimento de acidentes e aspectos ambientais que vem degradando a natureza e temos um objetivo que é proteger a saúde e a integridade física do trabalhador. Por quê a discriminação com os TECNÓLOGOS se a Lei nos favorece, tudo é questão de tempo para tudo se resolver. Assim como toda profissão que passaram por processos de reconhecimento, somos nós, TECNÓLOGOS. Eu estou satisfeita como meu curso,estou na área e por sinal desenvolvendo um excelente trabalho estou me especializado e crescendo para conquistar melhores oportunidades em um mercado carente que precisa de profissionais competentes e seguros, para mim tanta insegurança e sinal de INCOMPETÊNCIA.
Sandro Denuncie este comentário
Pessoal, a NR20 é aplicável ao estoque de um laboratório? Algo com menos de 200Lde inflamáveis dentro de armário corta-fogo...?
PRISCYLLA Denuncie este comentário
Pura inveja do Técnico de segurança, eu sou tecnica e tecnóloga e atuo na área de gestão, sou técnica supervisora, na verdade faço o trabalho de um tecnólogo... nada a ver esses cometários se conteúdo, o tecnólogo ja tem o CRE, agora é só questão de tempo. Para os invejosos que não conseguem chegar a fazer uma faculdade, não a distância e sim presencial de 3 anos fica a dica, estudem e se aprimorem, pois o que agente quer no mercado são bons profissionais, não importa o nome se é tecnico, tecnólogo, auxiliar, engenheiro ou sei lá... Estudemmmmmmmmmmmm
CICERO MOURA DA SILVA Denuncie este comentário
patrícia, sou técnico também, e estou cursando o tecnólogo por que serei um técnico graduado e se vc continuar pensando assim irás ficar pra trás, evolui menina, e só lembrando são 3 anos presencial, quem deve temer são os engenheiros.
wellington Denuncie este comentário
Porque vcs técnicos e engenheiros estão perdendo tempo criticando os tecnologos, vão trabalhar e deixa os tecnologos em paz, o ser humano é muito invejoso cada um busca seu sonho da maneira que lhe cabe,se eles estudaram eles tem o direito de receber seu diploma e trabalhar para aprimorar a segurança nas empresas pois ando vendo muitos acidentes no mercado de trabalho, não sou contra ninguém, muito pelo contrário sou a favor de todos na área de segurança do trabalho, pois já perdi amigos de trabalho por falta de segurança, a culpa e de quem ?
Goulart Denuncie este comentário
Até Quando vai essa lenga lenga do Tecnólogo, e mais uma troca:antes Supervisor de Segurança do Trabalho, depois Técnico de Segurança do trabalho conforme regulamentada pelo CBO. Vamos nos unir e pedir mais apoio para o Ministério do Trabalho, chega de injustiça de desmando dentro das empresas que não dão a minima para a Segurança do Trabalho. ++++++++++ Fiscalização isso sim.
José Augusto Rodrigues Denuncie este comentário
OK! Se por aqui, se quer temos conselho regional quem dirá o reconhecimento do tecnólogo ou sei lá o quê!!! Falta vontade política, e digo é falcatrua, cascata da grossa não caiam nessa!!!
Paulo da costaSilva Denuncie este comentário
Prezados colegas não estamos cursando Tecnologia em segunça de trabalho visando tirar a vaga no mercado de trabalho de ninguem apenas as empresas viram que há uma necessidade de supervisionamento melhor do trabalho, por que pelo que eu sei o Engenheiro do Trabalho não está presente todo o tempo na empresa supervisonando o trabalho do tecnico. Aquem o tecnico de segurança deve se reportar? por isso há necessidade do Tecnologo supervisionar o trabalho do tecnico e se reportar ao engenheiro.
João Gallani Junior Denuncie este comentário
Senhores,

Não pretendemos enquanto tecnólogos em segurança do trabalho, ocupar nem o espaço do técnico em segurança do trabalho e muito menos o de engenheiro de segurança do trabalho.

Desde o ano de 2008, estamos abrindo o nosso espaço.

Primeiramente conseguimos espaço dentro do MTE através do CBO 2149-35.

Em seguida batemos a porta dos dois maiores conselhos de classe CONFEA/CREA e CFQ/CRQ, e somente o último entendeu que poderíamos ter espaço no mercado de trabalho.

Imediatamente, o CFQ emitiu as seguintes resoluções:

RES 237 - http://www.cfq.org.br/rn/RN237.htm
RES 240 - http://www.cfq.org.br/rn/RN240.htm

E no ano de 2012, nos contemplou com resolução abaixo:

RES 245 - http://www.cfq.org.br/rn/RN245.htm

E essa sim, fez com que o CONFEA se movimenta-se.....então, cabe a cada um ver o que lhe trás melhor benefício, ou seja, ser técnico, tecnólogo ou engenheiro.

Até mais.


Gleiciany Campos Denuncie este comentário
kkkkkkkkkkkk
é isso que os Tecnólogos vão fazer com vocês TÉCNICOS quando vocês verem que vão ter que se torna Tecnólogos se não ira exercer a profissão, o único e verdadeiro medo de vocês é que os Tecnólogos irão esta acima dos Técnicos.....
Vocês deveriam respeitar os Tecnólogos , pois querendo ou não afinal os dois estão na mesma area a segurança das pessoas !!
Edson Carlos da Rocha Denuncie este comentário
Aos colegas engenheiros e técnicos em segurança: TENDO MEDO JÁ SERVE.....kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
marcelo lima Denuncie este comentário
por que vcs tecnicos que aprenderam procedimentos basicos falam que o curso de tecnologo nao e nada ?
fiz o curso de tecnico em segurança e achei o basico...
no tecnologo e muito mas avançado nem se compara ao que aprendi no tecnico aprendemos de forma profunda o que realmente e trabalhar com a segurança e a saude ocupacional dos colaboradores ... entao entao nunca menospresem nem um curso superior pois uma pos vcs nao podem fazer por esse simples detalhe tecnico e algo do ensino medio e nao emsino superior aprendam isso... (`a proposito nao me refiro a todos os tecnicos pois sei que muitos são serios assim como eu so )
Ana luiza Barros Denuncie este comentário
Acho que o governo deve esta atento a essa nova profissão e o MEC, já os mesmos itens são estudados por todos e não existe diferença apenas alguém inventou essa profissão no intuito de arrecardar dinheiro dos mal informados e muitas faculdades virtual com aulas uma vez por semana oferece esse tipo de estudo, nos profissionais da área devemos divulgar mais esse assunto para abrir os olhos das autoridades para que instituições parem de dar ese tipo de golpe sem falar que agora existe o curso ate olane com certificado e tudo.
Gente abra os olhos!

Mauricio Lourenço Denuncie este comentário
Mais que linguas afiadissimas vcs tem não é senhores TSTs e Técnólogos. Enquanto isso nossos trabalhadores estão por aí correndo riscos de vida. Quantas dores de cotovelo se arrolaram neste momento. O duro é que o País ainda continua na fila dos desamparados em se tratando de acidentes de trabalho e doenças profissionais, sem contar com as mortes no trânsito, os acidentes domésticos, na área agrícola outra barbaridade, e assim vai. Eu presenciei toda essa evolução; Inspetores de Segurança, Supervisores de Segurança, e agora, Técnico de Segurança, e tenho minhas duas últimas CARTEIRAS, para mim é motivo de muita honra. Estudei e trabalhei dura para isso, ajudei a preservar muitas vidas e patrimônios. Hoje é bem mais fácil ser TST, Cipeiros, Eng.de Segurança. O que existe de informações que foram plantadas em décadas passadas, agora estão aí para serem colhidas, e a colheita é boa e farta. Deixem os Tecnólogos também beber desta fonte, tem para todos, desde que sejam mesmo reconhecidos, quem deve ganhar com isso é a Prevenção de um modo em geral. (FAÇO USO DAS SÁBIAS PALAVRAS DO NOSSO EX MINISTRO DO TRABALHO "O PAI DAS NRS ARNALDO DA COSTA PRIETO;FAÇA DO TRABALHO UM MEIO DE VIDA, NAO DE LESOES E MORTES`. ) JUÍZO SENHORES.
Saulo Minato Denuncie este comentário
Me formei em técnico em segurança do trabalho a 2 semanas, to afim de fazer o tecnólgo. Só n intendo pq as pessoas ai estão falando q o engenheiro de segurança do trabalho passou 7 anos estudando MAS PENSE o cara é arquiteto e fez a pós, quanto tempo ele estudo só segurança do trabalho? 1 ANO E 6 MESES, o técnico 2 ANOS E O TECNÓLOGO 3 ANOS ISSO SÓ DA ÁREA ESPECÍFICA DE SEGURANÇA DO TRABALHO EU DIGO! TEM MUITO TÉCNICO Q FAZ MUITO MAIS Q UM ENGENHEIRO DE SST DENTRO DAS EMPRESAS! PENSEM! esse papo de estuda 7 anos pra ser engenheiro n cola, faazer a graduação só é requisito pra virar engenheiro de sst, vai me diz o q um arquiteto ou engenheiro de produção ou mecanica ou eletrica sem pos em sst sabe mais q um TST !? pensem direito q discussão sem nexo! meu voto é para os tst terem mais especializações e tecnólogos poderem fazer pós para engenharia em sst!
João Gallani Junior Denuncie este comentário
Senhores,

As pessoas escolhem o que querem cursar no ambito universitário.

Mas as ordenações profissionais são reflexos de cada conselho de classe,portanto é mais que justo que se ordenem e se defendam. Os engenheiros e tecnólogos em segurança do trabalho são cursos de nivel superior, portanto resoluções como a mostrada abaixo serão naturais doravante.

Vejam a última resolução do CFQ, para a área de segurança do trabalho:

CONSELHO FEDERAL DE QUÍMICA

RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 248, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

Define as atribuições profissionais do Técnico em Segurança do Trabalho na área da Química.

O Presidente do Conselho Federal de Química, no uso das atribuições que lhe confere o Art. 8º,
alínea f, 1º, 15 e 24 da Lei n.º 2.800/56, e tendo em vista os artigos 326, 330, 332, 337 e 341 do
Decreto-Lei nº 5452/43;

Considerando o contido nos artigos 1º, itens IV e V, 2º, item IV, alíneas a e g, e artigo 4º,
alíneas f e i, do Decreto nº 85.877/81;

Considerando os termos da Resolução Normativa nº 245/2012 do CFQ, resolve:

Art.1º - São atribuições dos Técnicos em Segurança do Trabalho, na área da Química registrados em CRQs, as atividades a seguir mencionadas:

1 - Levantar os dados técnicos relativos às áreas insalubres e de periculosidade, enviando
Relatórios consubstanciados aos profissionais de nível superior, citados na Resolução Normativa nº 245/12, para as providências cabíveis em cada caso;

2 - Sugerir aos seus superiores indicados no caput deste artigo as medidas de Segurança que
entenderem necessárias para a neutralização dos Riscos decorrentes;

3 - Participar da execução dos planos de combate a incêndios e do sistema de ventilação em
ambiente de trabalho, e das políticas de prevenção na área da Segurança do Trabalho, orientando os trabalhadores quanto aos Riscos Químicos de modo a evitar as Doenças Profissionais.

Art. 2º - Esta Resolução entrará em vigor, na data de sua publicação no DOU.

JESUS MIGUEL TAJRA ADAD

Vejam o link do DOU:

http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?jornal=1&pagina=45&data=26/12/2012

Abraços a todos.

Feliz 2013.

João Gallani Junior
Tecnólogo em Segurança do Trabalho
Renê Denuncie este comentário
O que vejo e um índice de risco de inveja, um teor enorme de inveja química," O termômetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes","Invejo a burrice, porque é eterna"." A inveja é assim tão magra e pálida porque morde e não come." e assim, Apenas sentem-se agredidos aqueles que te invejam , depós quero ver um bocado de kkkkkk de todos os invejosos valeu.
Um abraço a todos os técnicos eTecnólogos.
fabio Denuncie este comentário
Eu respeito opinião de todos agora o cara falar para o tecnólogo estudar sendo técnico é lamentavel nosso país é atrasado e tem gente que é técnico e se acha, lembrando é nível de segundo grau o tecnólogo é nível superior mas cedo ou mais tarde vai ser aprovado na NR4 ai eu quero ver, e mesmo sem isso já temos representantes no mercado de trabalho algumas faculdades já nos dão este direito pela grade cursada pois como sabem são 3 anos e não 1.
ALESSANDRO RICETTI DE SOUZA Denuncie este comentário
Sou Técnico em Segurança do Trabalho, curso Tecnologia em Segurança do Trabalho, como forma de aprimoramento e atualização. Não entendo o por que de tanta crítica ao Tecnólogo e muito menos críticas sobre educação a distância, este sistema ja existe na Europa a mais de 35 anos. Técnicos de Segurança, não parem no tempo, o sistema educacional, assim como o profissional, estão evoluindo. Evitem comentários negativos. Ter opinião não significa ter o direito de falar, escrever besteiras. Toda busca por aprimoramento é válida.
Vou mais longe, o CREA deveria reavaliar e conceder o Título de Especialista em Segurança do Trabalho ( Engenheiro de Segurança ), aos novos Engenheiros que possuam diploma de Tecnólogo em Segurança do Trabalho.
Jailson Paranhos Denuncie este comentário
Vale lembrar que, quem manda no país é a politica, e não, engenheiro ou técnicos.

PARABÉNS TECNÓLOGOS!!!!!!!!!
Vejam o boletim da câmera.
Trabalho e Previdência
.

27/03/2013 - 13h36



Câmara aprova regulamentação da profissão de tecnólogo





Arquivo/ Luiz Alves



Fátima Bezerra relatou e defendeu a aprovação da proposta.

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou hoje proposta que regulamenta o exercício da profissão de tecnólogo, que será privativa dos diplomados em cursos superiores de tecnologia reconhecidos oficialmente. A medida está prevista no Projeto de Lei 2245/07, do deputado Reginaldo Lopes (PT-MG).

A relatora, deputada Fátima Bezerra (PT-RN), defendeu a aprovação da proposta. O texto já havia sido aprovado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Educação. Como ele tramita de forma conclusiva, será enviado ao Senado, a menos que haja recurso para análise pelo plenário da Câmara.

Qualificação
Reginaldo Lopes acredita que a proposta deverá estimular a qualificação dos profissionais no País. “O Brasil vive um apagão de mão de obra. A maior parte dos países desenvolvidos tem até 60% de seus estudantes em cursos técnicos profissionalizantes. Com a regulamentação, damos cidadania a milhões de brasileiros que investiram tempo em cursos de tecnologia e não tiveram suas profissões reconhecidas”, argumentou.

Pela proposta, entre as atividades dos tecnólogos estão:
análise dados técnicos, desenvolver estudos, orientar e analisar projetos;
supervisão e fiscalização dos serviços técnicos dentro das suas áreas de competência contempladas no Catálogo Nacional de Cursos Superiores de Tecnologia do MEC;
consultoria, assessoria, auditoria e perícias;
ensino, pesquisa, análise, experimentação e ensaio;
condução de equipes de instalação, montagem, operação, reparo e manutenção de equipamentos.

De acordo com o PL 2245/07, os tecnólogos deverão solicitar o registro nas ordens ou nos conselhos de fiscalização profissional de acordo com a sua área de atuação.
!!!!!
EDSON DE OLIVEIRA SANTOS FILHO Denuncie este comentário
Queria parabenizar quanta imprudência dos técnicos em TST. Pois quanta babozeira de há eu sou técnico eles podem tomar o meu lugar, ganhar mais que Eu, ser meu chefe...blá blá blá
Vejo essas ofensas como falta de respeito aos profissionais de segurança do trabalho no âmbito geral. Respeito qualquer profissional na área de segurança, estamos aqui para somar com os TST, e eng. ST, e não para nos agredir...
Lembre-se técnicos hj vcs criticam os tecnólogos, o amanhã vcs poderam estar fazendo a graduação superior como forma viável de recurso financeiro e olhar para trás e ver o quanto blá blá foi dito por vcs. Reflitam
Queremos maior segurança no âmbito geral das indústrias, e prevenção da vida.
fica a dica.
Sou tecnólogo em ST, técnico em petróleo e gás e formando em Geofísica na UFBA...
com especialidade em gestão ambiental, 30anos...
não estamos aqui para confrontarmos e sim somamos..
Antonio Alves Denuncie este comentário
A INJUSTIÇA É DAR CURSOS DIZENDO BQUE TEM MERCADO,A OUTRA É QUE AS EMPRESAS NÃO QUER CONTRATAR NEM TST,O PROBLEMA É AS EMPRESAS CONTRATAR.
marciel s alves Denuncie este comentário
o mercado seleciona os melhores seja eles tecnicos engenheiros ou tecnologos
ricard Denuncie este comentário
Os comentários dessas pessoas que repudia os tecnólogo em Segurança do Trabalho e pura ignorância metal,pois tenho formação Técnica em Segurança do trabalho, Sou tecnólogo em segurança do trabalho e pós graduado em ergonomia.
Estudem vocês técnico em segurança que os tempos evoluem e vocês sabem que todo minuto,segundo,muda.
Ernani Bosco Denuncie este comentário
Tenho percebido a infantilidade de alguns, com relação a profissão de Tecnólogo em Segurança do Trabalho.
Qual o motivo dessa agressão? Medo de perder o cargo no futuro para um tecnólogo? Se for isso, fica evidente o quão estão desatualizados e ignorantes perante ao assunto.
A profissão ainda não está regulamentada em sua plenitude, o tecnólogo ainda não está incluso no Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho.
Porem, os confeas já reconheceram a profissão e o Tecnólogo de Segurança do Trabalho já tem sua Descrição Sumária. Para quem não sabe o que é isso! leiam mais, não fiquem restritos a essa arrogância e saberão que as funções somam-se e dividem-se.
O Tecnólogo é Gestão e o Técnico é atuação. Ninguém estará correndo o risco de perder o emprego.
Em suma, a regulamentação dessa profissão é apenas uma questão de tempo, é igual ao progresso, é inevitável sua vinda. Antes de criticar é bom conhecer um pouco mais. Quem é um bom profissional não tem o que temer.
Meus cordiais abraços.
M.Marc Denuncie este comentário
Saudações a todos,

A profissão de Tecnólogo em Segurança do Trabalho faz parte das novas categorias de cursos Superiores, `Tecnólogos ( Graduação)".
A questão da inclusão na NR4 é meramente política, por isso demora tanto, todavia, o curso é reconhecido pelo MEC, pode-se obter o registro no MTE (http://www3.mte.gov.br/pdet/ajuda/notas_comunic/comu16510.asp) e no Crea.

Sendo assim, é de se aplaudir essa nova categoria de Cursos Superiores, e aguardar apenas a inclusão da categoria na NR4, apenas para fortalecimento da profissão, que é RECONHECIDA.

Vale acrescentar que, o tecnólogo pode trabalhar, não estando impedido pela NR4.

Comunicado MTE 165/2010 (14/05/2010)

Base de Dados CAGED Estatístico – Atualização da CBO 2002


Tendo em vista a atualização da Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), a partir da competência 04/2010, estão disponíveis na base de dados do CAGED, as seguintes alterações na variável CBO2002 e suas respectivas agregações:

214935 (Tecnólogo em segurança do trabalho)

http://www3.mte.gov.br/pdet/ajuda/notas_comunic/comu16510.asp

Marcio Denuncie este comentário
Acho ridículo alguns técnicos em segurança desdenharem da profissão de tecnólogo em segurança sou bombeiro civil e em muitos casos nos bombeiros civis é que cuidamos e orientamos trabalhadores em obras por que muitos técnicos se escondem e deixam a bucha para nós então peço aos senhores que respeitem qualquer profissional que venha para agregar valor em nossa área (há eu vou fazer esse curso por que ele da direito a cursar engenharia do trabalho e não o curso técnico) abraço. e boa sorte aos que querem ser tecnólogos não deixam que parasitas atrapalhei seus objetivos .
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Mais de Legal
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
P Curso de Higiene Ocupacional - Banner 6
P Agenda 2015 Banner 6
P Assinatura Emergencia Banner 6
P Cadastre-se Banner 6
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação Download
Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital