Banner 1 - GRO - 2020
Banner 1 - SESI RS - 21/1 a 11/2
Banner 1 - PoliUSP - Janeiro 2020
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias


Você está em: Noticias / Legal
Legal
Fortaleza capacita educadores para combater trabalho precoce
Data: 28/03/2016 / Fonte: MPT/Ceará

Fortaleza/CE - Profissionais de ensino da rede pública de Fortaleza vão passar por uma capacitação, nesta terça (29) e quarta-feira (30), no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), sobre os prejuízos do trabalho precoce. A iniciativa é resultado de parceria entre a Prefeitura e o Ministério Público do Trabalho no Ceará (MPT-CE), por meio do Programa de Educação contra a Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (PETECA).

A oficina será conduzida pelo procurador do Trabalho Antonio de Oliveira Lima, gerente nacional do projeto. O primeiro dia será de formação para novos coordenadores do programa. Os educadores vão estudar sobre os aspectos legais, históricos culturais e socioeconômicos do trabalho infantil, além de técnicas para abordagem desse tema em sala de aula. Também haverá debate sobre formas de identificar e combater violações dos direitos de crianças e adolescentes. Já o segundo dia de encontro vai ser dedicado a avaliações das atividades executadas em 2015 no município, além de traçar estratégias para o ano de 2016.

Antonio Lima destaca a importância dos educadores no fortalecimento das políticas públicas de prevenção do trabalho infantil. "Uma vez sensibilizados, eles atuam como multiplicadores e como agentes de transformação", explica Lima. "O primeiro passo é a realização de um diagnóstico prévio sobre os casos de trabalho infantil no território da escola; o passo seguinte é a articulação dos demais atores da rede de proteção, principalmente os conselhos tutelares e profissionais da assistência social, que visitam as famílias e fazem a inclusão das crianças nos programas sócio assistenciais", completa o procurador.

A retomada do projeto, na capital, teve início em 2015 e pretende somar esforços para erradicar o trabalho infantil no Ceará. Segundo o último levantamento da PNAD (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), o trabalho infantil aumentou cerca de 13% em Fortaleza e na região metropolitana entre 2013 e 2014.

Os alunos da rede pública da capital deverão, ainda, participar do Prêmio Peteca 2016. O concurso cultural avalia e contempla os melhores trabalhos de pintura, conto, poesia de cordel, música e esquete teatral produzidos por estudantes sobre a temática do trabalho infantil.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Legal
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital