title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
Promo Dezembro 2019 - Proteção
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Legal
Legal
FACISC e Associações do Sul do Estado obtêm mandado de Segurança contra exigências da NR 12
Data: 22/10/2015 / Fonte: FACISC

Florianópolis/SC - Alterada em 24 de dezembro de 2010 com a portaria 197, a atual redação da Norma Regulamentadora nº. 12 do Ministério do Trabalho e Emprego tem causado polêmica no mundo das relações do trabalho.

Com as alterações promovidas desde a Portaria, a norma passou a ter de 40 para 340 itens, alterando uma realidade que perdurou por mais de 30 anos, desde 1978, data da antiga portaria (Portaria GM nº. 3.214 de 08.06.1978).

Na avaliação da assessoria jurídica da Federação, entre outras medidas, tais exigências implicam, por exemplo, em renovação imediata do maquinário existente, resultando em um gasto expressivo para todo setor industrial, em um momento evidente de crise e desemprego.

Nesse contexto, a FACISC e as Associações Empresarias do Sul de SC impetraram o Mandado de Segurança de número 0001161-51.2015.5.12.0037, para questionar e suspender as fiscalizações do Ministério do Trabalho, bem como discutir e questionar as inúmeras exigências impostas. "A insegurança jurídica que permeia o empresário catarinense é tamanha, que contratos estão sendo perdidos, fábricas paradas, e as negociações coletivas seriamente prejudicadas por conta das fiscalizações abusivas e totalmente fora do contexto social do Brasil. Além disso, em virtude do caos instaurado, as empresas estão sofrendo cobranças antecipadas de títulos com receio que não haja cumprimento das suas obrigações", ressalta a vice-presidente para jurídica da Federação, Liandra Nazário.

Na avaliação dos advogados da Federação, a legislação infraconstitucional tem excesso de regulamentos, superposições, fragmentações, repetições e redundâncias, que prejudicam o objetivo principal, resultando em completo retrocesso. "Como regulamentações fadadas ao fracasso, além de sobrecarregarem os profissionais de segurança, os itens criam situações de embaraços também para a própria Auditoria Fiscal na orientação para o cumprimento das normas", explica Liandra.

De acordo com o presidente da Facisc, Ernesto João Reck, como maior sistema empresarial voluntário do Estado, a FACISC está fortemente determinada em garantir e preservar os empregos, no cumprimento da legislação e na construção de uma segurança jurídica para o crescimento do setor empresarial catarinense.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Legal
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital