Promoção - Frete Grátis - Outubro 2018
Banner 01 - RL USP - Outubro
P Assinatura Proteção digital banner 1
Upgrade_em_SST_geral
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos 2018 - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Trabalhadores mais saudáveis, empresas mais produtivas

Divulgação/Fiep
Data: 26/07/2018 / Fonte: Divulgação Fiep

Fortalecer o setor industrial promovendo qualidade de vida para seu maior recurso: o capital humano. Esta é uma das áreas de atuação do Sistema Fiep, responsável por uma série de programas de segurança e saúde no trabalho (SST). Por meio do Sesi, a entidade trabalha com iniciativas que vão de consultoria especializada a atendimento médico para trabalhadores.

Os ganhos não são só para as empresas: a promoção da segurança e saúde também contribui para que os indivíduos tenham qualidade de vida dentro e fora do trabalho a longo prazo. "O que as pessoas aprendem dentro da empresa, levam para casa. Os benefícios se estendem a toda a família. Além disso, o trabalhador tem uma vida laboral mais longa e saudável", explica Rosangela Fricke, gerente executiva de Segurança e Saúde para a Indústria do Sistema Fiep.

Promoção da saúde é muito mais que obrigação legal
Empresas que cuidam dos trabalhadores têm menos índices de afastamento por doenças, um ponto que impacta na produtividade, na competitividade e no bem-estar dos indivíduos. "Quando a empresa nos procura, quer saber se está de acordo com a legislação. Fazemos uma avaliação de risco, orientamos em relação aos programas para cuidar dos trabalhadores e também aplicamos nossas soluções em SST e Promoção de Saúde, de acordo com as necessidades identificadas", destaca Rosangela. A gerente executiva conta que os programas incluem diversas frentes de atendimento, que vão de orientação nutricional, exames de audiometria, palestras sobre prevenção e acompanhamento das ações aplicadas.

Saúde a longo prazo
O Paraná é o estado que sedia o Centro de Inovação Sesi em Longevidade e Produtividade. Localizado em Curitiba, o Centro possui ações para a saúde do trabalhador a longo prazo. "O termo longevidade costuma ser atrelado à terceira idade. Quando pensamos em longevidade no trabalho, por exemplo, as ações de promoção de saúde devem ser iniciadas quando a pessoa ingressa no mercado de trabalho. O objetivo é manter a qualidade de vida do indivíduo para que continue sendo produtivo ao longo de sua vida laboral", indica Rosangela.

Para isso, o Centro de Inovação Sesi em Longevidade e Produtividade atua na relação entre o indivíduo e o ambiente de trabalho sob todos os aspectos da saúde: exames preventivos, orientação nutricional e gestão da relação entre gerações. Esses são pontos importantes para reduzir o estresse e garantir mais qualidade de vida.

O trabalho é pioneiro na área e o Centro atende empresas de todo o Brasil. "Estamos fazendo pesquisas sobre longevidade no trabalho e descobrindo novas formas de promover a saúde entre todas as gerações. Também estamos construindo metodologias novas para garantir que as pessoas mantenham a qualidade de vida pelo maior tempo possível", encerra a gerente executiva de Segurança e Saúde para a indústria.

Como o eSocial impactou a SST nas indústrias?
Implantado em janeiro deste ano, o eSocial irá mudar a forma de organizar e enviar informações de segurança e saúde no trabalho. É por conta disso que muitas empresas têm buscado apoio para organizar as informações do RH e SST. O Sistema Fiep atende às demandas das indústrias por meio de consultorias para adaptação à nova plataforma. "O eSocial não trouxe uma lei nova, apenas organizou a forma de enviar as informações. A maior parte das indústrias já atende à parte legislativa, mas não sabe como informar isso ao governo. Os processos ficam todos soltos entre as áreas de recursos humanos, engenharia de segurança, medicina do trabalho. O Sistema Fiep realiza consultorias nas indústrias para auxiliar no processo de transição, tanto na organização dos dados quanto na gestão", destaca Rosangela Fricke.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital