Banner 06 - Promo Circulação - Janeiro 2020 - proteção
Banner 1 - PoliUSP - Janeiro 2020
Banner 01 - Promo Circulação -  Janeiro 2020 - proteção
Banner 1 - SESI RS - 21/1 a 11/2
Banner 1 - GRO - 2020
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Secretaria do Trabalho publica comunicado sobre emissão do CA

Beto Soares/Estúdio Boom
Data: 02/12/2019 / Fonte: Redação Revista Proteção

Brasília/DF - A STRAB (Secretaria do Trabalho), por meio da SIT (Secretaria de Inspeção do Trabalho) e CGSST (Coordenadoria Geral de Segurança e Saúde no Trabalho), publicou na sexta-feira, dia 29, um comunicado sobre o Certificado de Aprovação do Equipamento de Proteção Individual. De acordo com o documento, devido à alteração publicada na Medida Provisória 905, de 11 de novembro de 2019, que deu uma nova redação ao artigo 167 da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), excluindo a previsão de emissão de Certificação de Aprovação como condição para a comercialização de EPI no território nacional, a SETRAB informa que o Ministério da Economia não emitirá mais o CA dos equipamentos.

Ainda de acordo com o comunicado, destaca-se que, conforme previsto na nova redação do artigo 167 da CLT, a SEPRT (Secretaria Especial de Previdência do Trabalho) publicará ato para disciplinar os critérios de avaliação de EPI, o qual abordará aspectos como:

- Critérios para avaliação de EPI nos termos da Portaria SIT nº 452/2014, inclusive, para os equipamentos que não possuem certificado de conformidade ou relatório de ensaio;

- Critérios de aceitabilidade de relatórios de ensaios emitidos por laboratórios ainda não acreditados pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia);

- Critérios de aceitabilidade de relatórios de ensaio e certificados de conformidade emitidos no exterior nos termos da Portaria SIT nº 452/2014;

- Marcação no EPI: nome do fabricante/importador, lote de fabricação e número do documento de avaliação. Para equipamentos que possuem CA válido: marcação do número do CA ou marcação do número do documento de avaliação correspondente. Para equipamentos que não possuem CA válido: marcação do número do documento de avaliação correspondente;

- Fiscalização do EPI;

- Reconhecimento da avaliação já realizada para o EPI que possua CA válido, enquanto durar a validade do CA;

- Previsão de efeitos retroativos do ato da SEPRT à data de publicação da MP 905/2019.


Leia mais:
MP 905 também altera acidente de trajeto e auxílio-acidente
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital