Upgrade_em_SST_geral
P Assinatura Proteção digital banner 1
Promoção - Frete Grátis - Outubro 2018
Banner 01 - RL USP - Outubro
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos 2018 - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Renast aponta problemas de Ergonomia no Hospital Centenário
Data: 31/07/2018 / Fonte: MPT/Rio Grande do Sul

São Leopoldo/RS - Relatório da Rede Nacional de Atenção Integral à Saúde do Trabalhador (Renast), entregue ao Ministério Público do Trabalho (MPT) em Novo Hamburgo, aponta irregularidades de Ergonomia do Hospital Centenário, de São Leopoldo. O relatório resulta da nona operação da força-tarefa de adequação das condições de saúde e segurança no trabalho em hospitais no Rio Grande do Sul, realizada de 12 a 15 de junho.

A equipe de fisioterapeutas do Renast verificou a ausência de Análise Ergonômica do Trabalho (AET) para os postos de trabalho do hospital. A maior parte dos pacientes internados nos setores de clínicas médicas, por exemplo, são não autossuficientes em movimentação, colocando uma sobrecarga às equipes de Enfermagem. Além disso, nestes setores, faltam equipamentos adequados para o serviço, como macas reguláveis em altura, cadeiras de rodas, barras removíveis laterais nos sanitários e lençóis de alto deslizamento. Aparelhos como cadeiras higiênicas encontravam-se em sua maioria sem sistema de freios ou braços removíveis e nenhum dos leitos cumpria os requisitos ergonômicos
Problemas com movimentação de pacientes e de carga também são apontados em outros setores do hospital, assim como postos de trabalho que levam a posturas inadequadas e adoecimento. Há também problemas de higiene, de dimensionamento de equipes e de segurança no manejo com material perfurocortante.

O documento é assinado pelas fisioterapeutas Andreia Assunção Martins, da Unidade Regional de Saúde do Trabalhador (Urest) Gravataí, Ida Marisa Straus Dri, do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest) Serra, e Marisa Flores de Quadros, da 7ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), de Bagé. O hospital foi notificado pelo MPT em 15/6, devendo adotar 112 providências. Além de aspectos ergonômicos, há recomendações sobre Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA); Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO); Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA); redimensionamento do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT); e adequação das condições de segurança de máquinas, equipamentos e do ambiente físico do trabalho.

Clique aqui para acessar o relatório
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital