Banner 1 Marluvas - Set/Dez
Promo Dezembro 2019 - Proteção
title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Procurador-geral do MPT se reúne com novo ministro do Trabalho

Divulgação/Procuradoria Geral do Trabalho
Data: 19/07/2018 / Fonte: Procuradoria Geral do Trabalho

Brasília/DF - O procurador-geral do Ministério Público do Trabalho (MPT), Ronaldo Fleury, recebeu, nesta quarta-feira (19), o novo ministro do Trabalho, Caio Luiz de Almeida Vieira de Mello. Advogado e desembargador aposentado, Vieira de Mello tomou posse na última semana e foi recepcionado pelo PGT para alinhar as prioridades em comum entre a pasta e o MPT.

Ronaldo Fleury tem boas expectativas em relação à gestão do novo ministro. "O mérito da escolha é que foi uma escolha técnica", declarou o PGT. Ele destacou também a relevância da reunião entre MPT e Ministério do Trabalho (MTb). "Essa reunião com o novo ministro do Trabalho é muito importante pela proximidade das instituições - o MPT e do MTb são instituições irmãs, com o mesmo objetivo, que é a defesa dos direitos sociais e a sintonia entre o capital e o trabalho, que é essencial para tenhamos paz social. É muito importante, o ministro entrando agora, que nós tenhamos essa aproximação, que as instituições conversem ainda mais e estejam cada vez mais integradas", explicou Fleury.

O novo ministro do Trabalho também considerou a aproximação entre MPT e MTb essencial. "Nossa vinda aqui foi uma vinda primeiro de cortesia, e segundo para gente estabelecer regras de trabalho, em que a gente busque, em conjunto, não só o cumprimento da legislação, mas a harmonia, que é primordial, entre capital e trabalho. Eu vim aqui buscar, junto ao procurador, um diálogo franco, aberto, e que a gente crie junto condições para examinarmos todos os pontos de conflito existentes", declarou Vieira de Mello.

Durante a reunião foram abordados alguns interesses comuns das instituições, com destaque para o contínuo intercâmbio de informações que se prestem para alimentar já existentes e novas bases de dados, subsidiando a atuação dos dois órgãos. "Nós estamos buscando a integração e compartilhamento de dados nossos e do MTb, visando a eficiência de ambas as instituições - e o foco, volto a dizer, sempre deve ser na paz social, sempre na defesa dos direitos sociais e dos trabalhadores", explicou.

O compartilhamento crescente de dados alimenta sistemas já existentes criados e geridos pelo MPT, como os observatórios digitais do Trabalho Escravo no Brasil e o de Saúde e Segurança do Trabalho. A ideia do MPT é expandir essas bases de dados e criar novas, com foco, por exemplo, em trabalho infantil e discriminação.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital