UVEX Carbonvision Honeywell  - Banner 1
Assinatura Emergência e Workshops Prevensul - Banner 1
Prêmio Proteção Brasil 2014 - Banner 1
Gas Alert Maxt II | Honeywell - Banner 1
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Produtos & Serviços
    Sipats
    Últimas Notícias
Caravana Proteção - Banner 4
Prevenor 2014 - Banner 5
SuperGuiaNet Máscara Facial - Banner 5
NN Eventos - Banner 5
Fotos Redes Sociais - Banner 5
Links Interessantes - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
MPT flagra riscos a funcionários em frigoríficos de supermercados na PB
Data: 09/12/2011 / Fonte: G1 PB

Campina Grande/PB - O Ministério Público do Trabalho na Paraíba vai solicitar uma audiência com todos os supermercados de Campina Grande para regularizar a situação de trabalhadores que estariam expostos a riscos dentro de câmaras frigoríficas. Segundo o órgão, durante uma inspeção realizada nesta semana, foi constatada uma série de perigos à saúde dos funcionários, como a falta de equipamentos de proteção individual adequados (luvas, máscaras e casacos térmicos), além da jornada de trabalho excessiva em ambientes com baixas temperaturas, que chegam a -15ºC.

De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a inspeção foi feita na presença da Vigilância Sanitária, do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e auditores do Ministério do Trabalho e Emprego. Depois da visita, os procuradores Raulino Maracajá Filho, Myllena Formiga e Marcos Antônio Almeida aguardam relatórios dos demais órgãos. Com base nos laudos, eles vão propor a assinatura de um termo de ajustamento de conduta. Segundo eles, as empresas que se negarem a regularizar a situação dos funcionários estarão sujeitas a uma ação civil pública.

Conforme o MPT, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) prevê um período de 20 minutos de repouso a cada 1h40 de serviço para funcionários que atuam em câmaras frigoríficas e para os que movimentam mercadorias de ambientes quentes ou normais para os frios. "Mais do que um simples período de descanso, esse intervalo garante a recomposição física do trabalhador, evitando danos à sua saúde, decorrentes da variação de temperatura", argumentou o procurador Marcos Antônio.

Segundo o procurador, também foram constatados problemas no setor de preparação de carnes e no sistema de abertura das câmaras frigoríficas. Algumas portas estavam danificadas ou não permitiam a abertura pelo lado de dentro. "Se a porta se fechasse e o trabalhador ainda estivesse dentro da câmara frigorífica, certamente aconteceria uma tragédia", afirmou.

A reportagem tentou contato com a superintendência da Associação de Supermercados da Paraíba, mas os telefonemas não foram atendidos.

Foto: Divulgação/MPT-PB
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
Prevenor 2014 - Banner 6
Curso de Higiene Ocupacional - Banner 6
Assinatura Proteção e Workshops Prevensul - Banner 6
Prevenrio e  Expo Emergência 2014 - Banner 6
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos diretos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação Download
Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital