Banner 1 Marluvas - Set/Dez
Banner 01 - Promo Circulação -  Outubro 2019 - proteção
Banner 01 - Ansell
Banner 1 - UniSafety - 3
Fujiwara Banner 1 Outubro
Banner 01 - Marluvas - Dezembro
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Grupo Móvel resgata cinco trabalhadores em fazenda no sul do Pará
Data: 02/02/2018 / Fonte: Ministério do Trabalho

São Geraldo do Araguaia/PA - O Grupo Especial de Combate ao Trabalho Análogo ao de Escravo do Ministério do Trabalho resgatou cinco trabalhadores em situação degradante em uma fazenda de gado em São Geraldo do Araguaia, no sul do Pará, em ação realizada entre os dias 18 a 29 de janeiro. O resgate foi o primeiro do Grupo Móvel este ano. A operação foi coordenada pelo auditor-fiscal do Trabalho Geraldo Fontana Filho.

Os trabalhadores, dois deles trabalhando na propriedade havia mais de cinco anos, viviam em condições degradantes, sem o registro em carteira e recebendo salário inferior ao salário mínimo. Muitos dormiam em redes nas varandas, sujeitos a intempéries e ataques de animais da mata próxima e, além de serem obrigados a arcar com as despesas de energia elétrica da fazenda, não recebiam alimento do empregador. A água que alguns deles consumiam tinha coloração barrenta e era filtrada em panos. A comida de um dos empregados era preparada num fogão improvisado no chão, onde dormia sobre tábuas em um barraco com teto de palha, dividindo o espaço com galinhas.

Segue o coordenador Geraldo Fontana, "as condições à qual eram submetidos os trabalhadores afrontavam a dignidade do ser humano e caracterizavam situação de trabalho degradante, um dos tipos de trabalho análogo ao de escravo".

O dono da fazenda se comprometeu a regularizar a situação e pagou cerca de R$ 55 mil entre direitos trabalhistas e indenização por danos morais individuais, em razão da condição de degradação a que os trabalhadores eram submetidos. Todos receberam documentação para recebimento do Seguro Desemprego e foram encaminhados pela fiscalização para suas cidades de origem.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital