Banner 01 - Vulcabras - Abril
Banner 01 - Livro de Lucca
Banner 01 - Marluvas - Abril
Dicionário SST - banner 01
Banner_assinatura
Fujiwara Banner 1
Expo 2019 - Banner 01
Congresso SST 2019 - Banner 01
Banner 01 - Marluvas - Maio
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Força-tarefa para evitar acidentes de trabalho interdita máquinas
Data: 20/08/2016 / Fonte: G1

Santa Catarina - Uma fiscalização que envolve o Ministério Público do Trabalho, o Ministério do Trabalho e a Polícia Militar está percorrendo todas as regiões do estado para prevenir acidentes de trabalho. Em Lages, na Serra, equipamentos foram interditados. Santa Catarina é o estado com mais acidentes de trabalho, segundo dados do Sistema Único de Saúde e da previdência.

Nas primeiras vistorias, feitas na cidade serrana, fiscais flagraram irregularidades em madeireiras e serrarias, onde muitos desses acidentes acontecem. Todas as empresas tiveram equipamentos interditados.

"Para justamente a empresa poder adequar, ele [fiscal] deixa todas as instruções de como deve ser feito o trabalho, o que deve ser feito na máquina. E, assim que ele [dono da empresa] regulariza a máquina, ele pede ao Ministério que vá até lá pra fazer a suspensão da interdição", explicou a chefe de setor de saúde e segurança do Ministério do Trabalho Luciana Xavier de Carvalho.

Na maior parte das vistorias, fiscais flagraram irregularidades. "Questões sérias. Por exemplo, o ruído é muito alto, eles estão sem protetor auricular, vão com certeza ter um prejuízo da audição no decorrer dos anos. A luva para lidar com madeira, sapato de segurança, a questão do maquinário faltando proteções", relatou a auditora fiscal do trabalho Lilian Carlota Rezende.

De repente, tudo muda
Um descuido, e tudo pode mudar. Foi o que aconteceu com a auxiliar de produção Cirlene Fabiana dos Santos, que amputou um dedo. "Na hora de colocar a mão, a máquina puxou a minha luva e puxou a minha mão. E eu puxei, caiu o dedo", contou.

Quando se trata de acidentes de trabalho, Santa Catarina estado é o primeiro da lista no Brasil. Os dados mais recentes do SUS e da previdência mostram que, no estado, a cada dois dias um trabalhador morre vítima de acidente de trabalho e a cada cinco horas e meia um trabalhador fica incapacitado de exercer a profissão.

Outro trabalhador que sofreu acidente foi Leonardo Martins Lourenço. Faz mais de um ano que ele tenta recuperar na fisioterapia uma lesão no joelho. O acidente de trabalho fez o motorista perder a profissão. E a rotina dele fora do caminhão também mudou.

"Até caminhar. Eu gostava muito de jogar bola, não vou mais poder. Até mesmo no caminhão, subir na carreta, nada, nada", lamentou.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
Expo 2019 - Banner 06
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital