Fujiwara Banner 1 Outubro
Banner 1 - UniSafety - 3
Banner 01 - Ansell
Banner 01 - Marluvas - Dezembro
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Chacina de Unaí: mandantes podem ser presos no final de julho
Data: 15/07/2019 / Fonte: Sinait

Belo Horizonte/MG - O desembargador federal Néviton Guedes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região - TRF1 julgará, no dia 30 de julho, os recursos de embargos de declaração da ação penal 0036441-22.2004.4.01.3800, em que são réus Norberto Mânica, Hugo Alves Pimenta e José Alberto de Castro. O relator poderá deliberar, na ocasião, a prisão imediata dos três, que são acusados de serem mandante e intermediários do crime conhecido como a Chacina de Unaí. A informação é da advogada Anamaria Prates, que representa o Sindicato no caso, em Brasília.

A decisão não inclui o fazendeiro Antério Mânica porque a 4ª Turma do TRF1, no julgamento do dia 19 de novembro de 2018, decidiu por dois votos a um que ele deve ser julgado novamente por júri popular. Antério é acusado de ser mandante do crime e foi condenado em 2015, em Belo Horizonte (MG), a 100 anos de prisão.

Julgamento
Norberto Mânica, Hugo Alves Pimenta e José Alberto de Castro foram condenados pelo Júri Popular às penas respectivas de 98 anos, 46 e 96 anos. No entanto, a 4ª Turma do TRF1 reduziu, no dia 19 de novembro de 2018, as penas de reclusão para 65 anos, 31 e 58 anos, respectivamente.

A prisão dos três condenados já foi pedida. Contudo, o Tribunal decidiu que a prisão só será proferida após o julgamento dos embargos de declaração no dia 30 de julho.

De acordo com a vice-presidente do SINAIT, Rosa Jorge, a sensação de impunidade não pode continuar. "O SINAIT luta há 15 anos por justiça. Os criminosos precisam cumprir suas penas na cadeia. Estamos confiantes que o Tribunal vai deliberar pela prisão imediata dos condenados".

Histórico
O crime conhecido como Chacina de Unaí ocorreu em 28 de janeiro de 2004. Foram vítimas de emboscada na região rural de Unaí (MG) os Auditores-Fiscais do Trabalho Eratóstenes de Almeida Gonsalves, João Batista Soares Lage e Nelson José da Silva, e o motorista Ailton Pereira de Oliveira. Em julho de 2004, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal desvendaram o caso e indiciaram nove pessoas envolvidas como mandantes, intermediários e executores. O processo começou a correr no Tribunal Regional Federal da 1ª Região, em Belo Horizonte (MG).

A 9ª Vara Federal em BH publicou a Sentença de Pronúncia em dezembro de 2004, indicando que oito dos nove acusados deveriam ir a Júri Popular. A exceção foi Antério Mânica, que tinha direito a julgamento em foro especial, por ser prefeito de Unaí - seu segundo mandato terminou no dia 1º de janeiro de 2013 e ele perdeu o foro privilegiado.

Os executores foram julgados e condenados em 2013. Os mandantes foram a julgamento em 2015 e também foram condenados. Entretanto, por serem réus primários, puderam recorrer das sentenças em liberdade. Em novembro de 2018, Antério Mânica conseguiu a anulação do júri popular de BH, e os outros três tiveram redução de pena. O MPF recorre das decisões.

15 anos depois, o SINAIT continua lutando por justiça.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
banner6-promo-protecao-outubro02
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital