Promo Dezembro 2019 - Proteção
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Geral
Geral
Ações de combate ao trabalho escravo na Bahia são modelo para órgão da ONU

Arquivo/Revista Proteção
Data: 20/03/2019 / Fonte: Ministério da Economia/Secretária Especial de Previdência e Trabalho

Salvador/BA - A experiência baiana no combate ao trabalho escravo será incluída no relatório sobre políticas de enfrentamento elaborado pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), e do Foreign Commonwealth Office, do Reino Unido. Representantes das duas instituições se reuniram na sexta-feira (15),  em Salvador, com auditores-fiscais do Trabalho integrantes do Grupo Especial de Combate ao Trabalho Análogo ao Escravo na Bahia (Getrae-BA) e com membros da Comissão Estadual para Erradicação do Trabalho Escravo na Bahia (Coetrae-BA), para conhecer as políticas públicas desenvolvidas no estado.

Durante o encontro, os auditores-fiscais apresentaram o trabalho desenvolvido na Bahia pelo Getrae em conjunto com a Coetrae na prevenção, na repressão e no atendimento às vítimas do trabalho escravo, com relatos sobre a atuação das forças-tarefas no estado e sobre os procedimentos envolvidos nas fiscalizações, como a obtenção de indícios sobre submissão de trabalhadores a condições análogas às de escravos, os resgates, a emissão dos requerimentos de seguro-desemprego do trabalhador resgatado, o cálculo de verbas rescisórias, a análise do ambiente de trabalho com embargo e/ou interdição, se for o caso, e a lavratura de autos de infração. 

Os auditores-fiscais também participaram de oficinas promovidas pela OIM para discutir e propor soluções que comporão uma Carta de Recomendação a diversos países sobre Combate ao Trabalho Escravo Contemporâneo.  Participaram das oficinas, realizadas em Salvador e Brasília,  representantes de Reino Unido, Brasil, Colômbia, Caribe, Costa Rica, Venezuela, El Salvador e Honduras. Em Salvador, estavam presentes representantes do Ministério da Economia (auditores-fiscais do Trabalho vinculados à Subsecretaria de Inspeção do Trabalho), da Organização dos Estados Americanos - OEA (seções Colômbia e Brasil), da Embaixada do Reino Unido, da Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda -  Setre-BA, da Polícia Rodoviária Federal e do Ministério Público do Trabalho, entre outros órgãos e instituições.
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Geral
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital