title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
Promo Dezembro 2019 - Proteção
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Noticias / Eventos
Eventos
17º Congresso Nacional: coordenador da NIOSH aborda o Total Worker Health
Data: 16/05/2019 / Fonte: Anamt

Brasília/DF - Quais devem ser os principais enfoques das empresas dispostas a adotar o conceito de Saúde Total do Trabalhador? Como melhorar as condições de trabalho em profissões mais expostas a acidentes e doenças relacionadas ao trabalho? Esses foram alguns dos temas abordados pelo Dr. Lewis Casey Chosewood, coordenador do programa para a Saúde Total do Trabalhador do Instituto Nacional de Saúde e Segurança Ocupacional (NIOSH), agência do governo norte-americano responsável pela realização de pesquisas e recomendações para a prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho.

O conceito de Total Worker Health é um conjunto de políticas, programas e práticas que integram a proteção contra riscos à saúde e à segurança no trabalho com a promoção de esforços preventivos contra lesões e doenças visando incrementar o bem-estar dos trabalhadores. Em termos simples, as organizações devem primeiro proteger os trabalhadores, mas podem avançar introduzindo políticas, programas e práticas que promovam a saúde no trabalho e fora dele. Se bem feito, o resultado seriam trabalhadores com maiores níveis de bem-estar, o que beneficiaria os trabalhadores diretamente e, por extensão, possivelmente também teria impacto nas organizações onde trabalham.

Como exemplo da forma que estas mudanças podem trazer à vida dos trabalhadores, Chosewood reforçou a importância que o trabalho tem na vida de um indivíduo. "O trabalho é muito mais importante do que acreditamos. Ele é um indicador importantíssimo para a nossa expectativa de vida e está associado à possibilidade de fazer atividades físicas, tempo disponível para a família e alimentação. A ocupação é central na nossa vida e influencia muitos mais fatores do que os imaginados".

O descaso da população com as suas próprias condições de trabalho fica evidenciado em números, segundo o especialista. Nos Estados Unidos, as chances de uma pessoa morrer em função de uma doença relacionada ao trabalho é muito superior às chances de sofrer um atentado terrorista, por exemplo. No entanto, a preocupação com os dois aspectos é oposta à realidade, segundos pesquisas.

"Por isso tudo, o importante não é focar nas doenças dos trabalhadores, e sim nos trabalhos que mais adoecem trabalhadores. Sabemos, por exemplo, que agentes policiais, bombeiros e motoristas são alguns dos principais causadores de obesidade e possuem menor expectativa de vida", explicou Chosewood.

É a partir que surge o conceito de Total Worker Health, que visa rever o ambiente de trabalho e relacionamento da ocupação com o trabalhador. O conceito objetiva uma compreensão holística dos fatores que contribuem para o bem-estar dos trabalhadores. As ações incluem o alinhamento da alta liderança e reunião de todos os responsáveis por programas de saúde no trabalho, uma avaliação organizacional da segurança, saúde e bem-estar do ambiente, escutar os trabalhadores e coordenar ações que perpassem todos os elementos organizacionais.

O resultado deste tipo de abordagem traz resultados efetivos por meio de ações que nem sempre são consideradas por uma empresa. Uma transportadora conseguiu reduzir o índice de obesidade entre seus motoristas a partir do fornecimento de refeições saudáveis para eles em suas jornadas. Uma empresa de telemarketing aumentou a satisfação e reduziu os afastamentos de seus funcionários utilizando aparelhos que lhes permitiam simular uma caminhada durante o atendimento, o que reduz os longos períodos que o trabalhador passa sentado.

"Em todo o mundo, vivemos um crescimento acelerado da população de trabalhadores idosos, bem como a rápida expansão de uma economia de `bicos’, com cada vez menos garantias de empregabilidade. Sem a proteção de um programa de saúde e bem-estar, os trabalhadores ficarão cada vez mais expostos", alertou. "A adoção de programas como o de Saúde Total do Trabalhador e a busca de formas de acomodar novas tecnologias e a nova demografia do trabalho são alguns dos principais desafios dos Médicos do Trabalho para os próximos anos".
Comentários
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Eventos
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital