Banner 1 - GRO - 2020
Banner 1 - PoliUSP - Janeiro 2020
Banner 01 - Promo Circulação -  Janeiro 2020 - proteção
Banner 06 - Promo Circulação - Janeiro 2020 - proteção
Banner 1 - SESI RS - 21/1 a 11/2
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias


Você está em: Noticias / Estatísticas
Estatísticas
Este ano CEB registrou 10 acidentes de trabalho a mais que em 2011
Data: 07/12/2012 / Fonte: Correio Braziliense

Brasília/DF- A Companhia Energética de Brasília (CEB) registrou, em 2012, 17 acidentes - 10 a mais que em 2011, quando a empresa contabilizou sete ocorrências. Um eletricista terceirizado da CEB morreu nessa quinta-feira (6/12) após levar uma descarga elétrica quando trabalhava em uma rede de alta tensão. O incidente ocorreu no Núcleo Rural Sarandi, em Sobradinho, por volta de 18h30 de quinta-feira.

A polícia suspeita que um funcionário que trabalhava em outro ponto do mesmo sistema de distribuição teria ligado um disjuntor e energizado os cabos enquanto Ildenir Alves Coltinho, 32 anos, trocava um equipamento conhecido como cruzeta. Treze mil volts de energia atingiram a vítima e ainda provocaram uma pequena explosão. Quando o Corpo de Bombeiros chegou ao local, Ildenir já estava sem vida. Depois das 23h30, outros funcionários, também terceirizados, concluíram os serviços.

Segundo testemunhas, antes de subir no poste para trocar o equipamento, o funcionário e a equipe pediram permissão via rádio, e teriam recebido a informação de que a rede estava desligada e era segura. Colegas do eletricista confirmaram. Segundo eles, Ildenir concluía o trabalho quando levou o choque. O proprietário da chácara onde passa a rede do setor rural, José Mendes de Oliveira, 60 anos, contou que a vítima ficou pendurada por cerca de cinco horas, até que a Polícia Civil concluísse a perícia.

As equipes, compostas por funcionários da empreiteira Cale faziam manutenções na rede. A região rural de Sobradinho estava sem luz desde 9h. José Mendes relatou que houve um clarão no momento em que Ildenir recebeu a descarga. Em seguida, os colegas da vítima se desesperaram, sem saber o que fazer. Como usava uma cadeira de rapel, ele ficou preso ao poste. Uma nora do idoso ligou para o Corpo de Bombeiros.

"Eles passaram aqui mais cedo naquele dia e constataram que havia um defeito na rede naquele poste. Vi quando eles acionaram alguém pelo rádio e confirmaram que a rede estava desligada. Mais tarde, um sobrinho dele (da vítima) esteve aqui para acompanhar a retirada do corpo", contou.

Investigações

De acordo com Nathan da Silva neto, delegado plantonista da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), investigadores instauraram inquérito para investigar a morte. Se ficar confirmado que um funcionário da empresa ligou a rede quando a vítima trabalhava, o responsável pelo erro poderá responder por homicídio culposo (quando não há intenção de matar). "A hipótese de dolo está descartada. Mas ainda não temos todos os elementos para afirmar que houve culpa. É isso que estamos investigando. Alguém ligou a rede? Quem? Isso não excluirá a responsabilidade civil da empresa para com a família da vítima, com todos os cuidados e possíveis indenizações. Mas isso é outra área", explicou.

"Energização acidental", diz CEB

O diretor de operações da CEB, Manoel Clementino, também levantou a hipótese de que um funcionário teria ligado a energia quando Ildenir trocava a cruzeta do poste. Segundo ele, o procedimento padrão da empresa é consultar o sistema de operações tanto para ligar quanto para desligar o trecho de uma determinado complexo de distribuição. "Temos várias chaves ao longo da rede para desenergizar os trechos. Esse trecho foi ligado acidentalmente. O funcionário da empreiteira começou o trabalho com a fiação desligada, mas houve uma energização acidental. Trabalhávamos para fazer melhorias no local. Vamos investigar o que ocorreu.

Ainda segundo Manoel Clementino, a empresa da treinamento e cursos de reciclagem dá cursos tanto para os funcionários da CEB, quanto para os terceirizados. O diretor de operações disse também que a Cale dará suporte para a família da vítima. Ildenir deixou dois filhos. Ele se casaria no próximo dia 22. A reportagem tentou entrar em contato com a família da vítima, mas não obteve sucesso.

Comentários
Mauricio Lourenço Denuncie este comentário
Lamentável ocorrência. Falar da arquibancada é fácil, mas nesta altura do campeonato ainda ocorrer este tipo de acidente fatal em nosso meio, é sinal que não estamos aprendendo bem a lição, ainda mais para estas empresas que trabalham com riscos POTENCIAIS. Hoje terceiriza, quarteiriza, quinteiriza e assim vai. Se economiza de um lado e o outro.... seja o que DEUS quiser, e ELE quer que a coisa funcione ainda melhor, porque tem vidas humanas envolvidas nisso tudo. De que adiante poupar Vida/Ceb e colocar em riscos Vida/Cale.... é para calar mesmo não é? Segurança, sempre foi e será trabalho de equipe senhores, Juízo.
Valdir Fernando Ribeiro Gelli Denuncie este comentário
É lamentável a morte de um trabalhador que esta defendendo seu pão de cada dia, mas ainda mesmo assim muitos trabalhadores continuam desrespeitando os limites de segurança com sua própria vida, ou seja continuam brincando de super-heŕois.
É necessário que as empresas de um modo geral façam um trabalho minucioso e prestativo afim de reduzir estes numeros alarmantes que vem aumentando a cada dia em nosso país. Eu, como profissional habilitado em segurnaça do trabalho, ja encontrei varias empresas que não dão a minima importancia para os trabalhadores, e ainda não dá a oportunidade de mostrar que podemos diminuir esses numeros.
Fica aqui meus sentimentos pelo acidente ocorrido e espero que este numero possa diminuir cada vez mais.
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Mais de Estatísticas
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital