Banner 1 - PoliUSP - Janeiro 2020
Banner 06 - Promo Circulação - Janeiro 2020 - proteção
Banner 1 - GRO - 2020
Banner 1 - SESI RS - 17 a 27 Janeiro
Banner 01 - Promo Circulação -  Janeiro 2020 - proteção
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias


Você está em: Noticias / Doenças Ocupacionais
Doenças Ocupacionais
Alergia a cimento detectada em pedreiro foi considerada doença ocupacional em GO
Data: 07/02/2014 / Fonte: TRT/GO

Goiânia/GO - O Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO) manteve decisão de primeiro grau que reconheceu como doença ocupacional alergia ao cimento adquirida por pedreiro, meses após o início do pacto laboral, na empresa Tehcna Serviços de Engenharia Ltda. A decisão é da Terceira Turma.

Consta dos autos que o trabalhador, em razão do contato direto com agentes químicos, poeira e cimento, passou a ter reações alérgicas na sua pele, especialmente nos braços.

Ao procurar um médico, descobriu que estava com uma doença chamada dermatite de contato e comunicou tal fato à empresa. No entanto, de acordo com o obreiro, nada foi feito para minimizar o seu sofrimento, sendo mantido no mesmo lugar de trabalho e com as mesmas tarefas a serem realizadas.

A empresa alega que sempre foi zelosa com seus funcionários e quando demitiu o trabalhador e o submeteu ao exame médico demissional, ele foi considerado apto para exercer a função de pedreiro.

Outra argumentação foi a de que o laudo apresentado pelo obreiro foi realizado por um profissional que não possuía especialidade na área de dermatologia.

Para a Turma, ficou provado nos autos, por meio de perícia, que a dermatite de contato, que acometeu o trabalhador, é doença característica ao exercício das funções que o obreiro desenvolvia.

Segundo o relator do processo, desembargador Elvecio Moura, "as provas apresentadas nos autos não deixam dúvidas de que existiu o nexo de causalidade entre a doença e o dano sofrido pelo funcionário".

Dessa forma, a Terceira Turma condenou a empresa Tehcna Serviços de Engenharia Ltda ao pagamento de R$ 5 mil ao ex-funcionário a título de danos morais.

O valor arbitrado pelos relator levou em consideração o fato de que a doença adquirida "não é daquelas que cause repugnância".

Comentários
Jackson Roberto Denuncie este comentário
Se o sujeito sabe que tem alergia a cimento porque se mete a trabalhar de pedreiro? que vá procurar outro emprego.
jose Denuncie este comentário
tenho essa mesma doença tenho 2 anos que fui demetido de uma empresa tenho varios laudos medicos esta em prosseso de justista e ate hoje estou sofrendo e nao consigo procurar emprego nao consigo dormi e so a base de remedio

jose Denuncie este comentário
pq eu sou anafabeto
mauricio schlichting Denuncie este comentário
bom primeiro jackson,quem tem esta arlegia ela não é só com o cimento,geralmente ela vem com outros materiais sou pedreiro e no inicio fiquei apavorado minhas mãos pés e braços em carne viva,para a iguinorancia de quem critica,que geralmente diz por que não troca de profissão eu não posso ser pintor motorista lanchonete posto de gasolina entre outros fica a dica si não teis conhecimento do assunto não fale besteira.valeu!!!
marcola Denuncie este comentário
No caso de o maçonaria (construtor) q sofre desta doença que prpvoca coceira tambem, e os medicos dermatologistas ñ conseguem curar essa infermidade, se ele paga o gps ele poderia entao entrar no auxilio doença, ate que seja sanado sua infermidade ? E qq medico ppdw emitir o laudo ja passou em 5 medicos... Obrigado
Cláudia Maria arantes Denuncie este comentário
Meu marido é pedreiro há 9 anos.ate aí tudo bem .de um certo tempo para cá ele tem muita coceira nos braços ele não dorme por causa da coceira fica vermelha a pele e também dá umas bolinhas de água e coça muito.ja usou muito remédio e nada adianta.o que faço??
Cristiano Silva Denuncie este comentário
Eu sou pedreiro e estou com essa alergia sofro muito mais tenho que trabalhar por mim e minha familia quem fala arruma outra coisa para fase nao tem ideia doque acomtece por isso fala ...antes de jugar alguem se coloquem o nosso lugar
Deixe seu comentário sobre a notícia:
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
* E-mail, Profissão, Estado e cidade não serão publicados.
 
 
 
   
 
 
 
Código de verificação:

Repita o código ao lado:
 
 
Enviar


Notícias relacionadas
Mais de Doenças Ocupacionais
 
1     2     3     4     5     6     7     8     9     10
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital