Promo Dezembro 2019 - Proteção
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Matérias / Entrevistas / JOSÉ CARLOS DIAS CARNEIRO - Presidente da ABRESST fala sobre desafios e conquistas na prestação de serviços em SST
Entrevistas
JOSÉ CARLOS DIAS CARNEIRO - Presidente da ABRESST fala sobre desafios e conquistas na prestação de serviços em SST

Apostando na profissionalização do mercado de consultorias em Segurança e Saúde do Trabalho, o médico do Trabalho José Carlos Dias Carneiro vê o setor com otimismo. "Não há como fazer SST no Brasil hoje sem a presença dos prestadores de serviço", avalia. Cardiologista formado pelo Incor (Instituto do Coração) da USP (Universidade de São Pau­lo), ele se especializou em Medicina do Trabalho na década de 1980, quando passou a ser prestador de serviços na área, antes mesmo de haver assessorias neste campo.

Atualmente, é diretor médico da ESAME e presidente da ABRESST (Associação Brasileira de Empresas de Saúde e Segurança no Trabalho). Com a participação de seus colegas de diretoria da entidade - Adriana Couto Lapetina (vice-presidente); Luiz Antonio Rimoli (diretor fi­nan­ceiro) e Edson da Silva (diretor de Desenvolvimento Associativo) -, José Carlos con­cedeu esta entrevista à Proteção.

Além de ações para agregar qualidade às consultorias, ele aborda atividades da entidade no cenário atual e impactos do e-Social (Sistema de Escrituração Fiscal Digital das obrigações fiscais previdenciárias e trabalhistas) nas empresas brasileiras. O novo sistema reunirá informações sobre diversos setores das empresas, como notificações relativas a acidentes e doenças ocupacionais, e que passará a valer a partir deste ano.

Conte sobre sua formação e de que forma iniciou seu trabalho com SST.

Entrei na área há mais de 30 anos, ainda na graduação, quando fiz estágio numa indústria de um grupo americano. Na época, não me identifiquei totalmente, porque que­ria ser cardiologista, especialidade em que fiz residência. Mais para frente fui chamado por um grupo da construção civil, quando fizemos um estudo para redução de absenteísmo. Montamos ambulatórios mé­dicos ocupacio­nais dentro desta empresa obtendo repercussão muito boa na época, em1983. Este foi, talvez, o primeiro serviço chamado `Assessoria em Medicina do Trabalho`. Confesso que eu tinha um pouco de dificuldade em me colocar comercialmente, não ficava muito à vontade, porque era uma coisa tão nova e eu me sentia mal, como médico, em vender serviço. Mas tomou cor­po, chegamos a ter mais de 100 ambulatórios não simultâneos; simultâneos era uma média de 30. Trabalhamos nisso até a mudança da NR 7. Na época, tínha­mos um programa de controle de exames periódicos, associado a alguns programas de qualidade de vida, de check-up por faixa de idade. Eu trabalhava para uma empresa americana de serviços, um grupo grande. Comecei na implantação desta corporação no Brasil, que possuía então 90 funcionários. O grupo foi crescendo, chegou rapidamente a 12 mil funcionários. Foi um case de suces­so, principalmente porque a empresa estava espalhada no Brasil todo.

ENTREVISTA À JORNALISTA
Priscilla Nery

FOTO:
Valdir Lopes

Confira a entrevista completa na edição 265 da Revista Proteção

 
Mais de Entrevistas
3     4     5     6     7     8     9     10     11     12
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital