Dicionário SST - banner 01
Banner 01 - Marluvas - Dezembro
Banner 01 - Livro de Lucca
Banner 1 - UniSafety
Banner Bracol 1 Julho
Congresso SST 2019 - Banner 01
Expo 2019 - Banner 01
Promoção Circulação - Julho 2019
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
Banner - 5 - Workshop SST
Banner - 5 - Congresso SST
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Matérias / Causos da Prevenção / Histórias divertidas vivenciadas por profissionais de SST - 2019
Causos da Prevenção
Histórias divertidas vivenciadas por profissionais de SST - 2019
"Causos da Prevenção" publica alguns fatos vivenciados por profissionais de SST.

Se você tem uma história interessante ou engraçada e quer vê-la retratada na Revista Proteção, envie para redacao2@protecao.com.br.

Pontos de vista

Colaboração de Israel Delfino Cabral da Silva

Ilustração: Beto Soares | Estúdio Boom

Certa vez, fui chamado para dar uma capacitação para operador de elevador cremalheira, o que faço com frequência por ter proficiência, além do que nossa empresa monta a automação que faz a Movimentação do elevador. Naquele dia, aconteceu comigo algo que, até então, somente ouvira falar. Em uma conversa com o proprietário da construtora, ele deixou escapar que gostaria de ter o certificado, mas a capacitação não seria necessária, pois seu operador já trabalhava há anos na função. Respirei fundo, refleti e respondi:

- "Existem duas situações aqui e, depois que eu as expuser a você, poderá refletir sobre sua proposta. A primeira situação vou chamar de legal: se eu vender o certificado, estarei cometendo dois crimes, um de falsidade ideológica, em que eu e você poderemos ser responsabilizados na justiça, e o outro vai contra tudo o que acredito sobre moral e ética. Nesse contexto, eu agradeço pelo contato e me retiro para que você possa, talvez, conseguir isso com outra pessoa. A segunda situação é do ponto de vista do seu investimento. Vou dar um exemplo: suponhamos que o veículo em que você chegou é seu, uma camionete Hilux de cerca de R$ 180 mil, certo?" Ele concordou.

- "Então, amigo, você empresta a Hilux para seu operador dar uma volta na cidade?", perguntei.

- "Não. É uma camionete cara, e ele não vai saber dirigir, pois é toda automática", respondeu.

- "Mas ele tem carteira de habilitação, então suponho que ele saiba dirigir", retruquei. O proprietário continuou irredutível.

- "Muito bem. Você pagou os mesmos R$ 180 mil neste elevador e não quer dar a capacitação necessária para seu colaborador operá-lo?", disse eu.

Naquele momento, ele me olhou nos olhos, ficou pensativo e concluiu:

- "Você tem razão, nunca havia analisado por este ponto de vista. Por favor, faça a melhor capacitação que puder." Fico feliz em dizer que, até hoje, ele é meu cliente e valoriza as capacitações.

Este episódio rendeu ensinamentos a três agentes distintos. Você, instrutor, tem o dever de ser correto e íntegro, ensinar o melhor, pois tem a responsabilidade legal e moral de construir conhecimento para melhorar a vida e evitar acidentes. Você, que é diretor, gerente ou dono do negócio, tem o dever de dar o melhor em capacitação para os seus colaboradores. Já que, por lei, você precisa fazer, invista no melhor. E você, colaborador, deve aproveitar a oportunidade e verdadeiramente aprender. Uma dica nova poderá salvar sua vida no futuro.
 
Mais de Causos da Prevenção
Edição do Mês
 
Expo 2019 - Banner 06
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital