Promo Dezembro 2019 - Proteção
Banner 1 Marluvas - Set/Dez
title='Clique aqui para ver mais sobre Fujiwara Banner 1 Dezembro'
 
 
    Acidentes do Trabalho
    Doenças Ocupacionais
    Empresas & Negócios
    Estatísticas
    Eventos
    Geral
    Legal
    Leia na Edição do Mês
    Práticas de Prevenção
    Produtos & Serviços
    Últimas Notícias
P NN Eventos - Banner 5


Você está em: Matérias / Anuário Brasileiro de Proteção 2012 / Mundo
Anuário Brasileiro de Proteção 2012
Mundo

Tendência global

OIT aponta 6,3 mil mortes por dia causadas por acidentes e doenças do trabalho

De acordo com o documento "Tendências Mundiais e Desafios da Saúde e Segurança Ocupacionais" da Organização Internacional do Trabalho, apresentado durante o 19º Congresso Mundial de SST no mês de setembro em Istambul na Turquia, as mortes por doenças e acidentes do trabalho no mundo aumentaram de 2,31 milhões para 2,34 milhões no ­período entre 2003 e 2008. Isto quer dizer que em média, para este mesmo período, 6,3 mil trabalhadores morreram diariamente por situação relacionada a sua atividade la­boral.

Enquanto o número de acidentes de trabalho fatais reduziu de 358 mil, em 2003, para 321 mil, em 2008, a quantidade de mortes causadas por doenças relacionadas ao exercício de atividade ­econômica saltou de 1,95 milhão, em 2003, para 2,02 milhões, em 2008.

Quanto aos tipos de agravos que le­va­ram à morte de trabalhadoras e trabalhadores no referido intervalo, aparecem com destaque os casos de câncer, seguidos por doença pulmonar obstrutiva crônica, as­ma, doenças cardiovasculares, condições neuropsiquiátricas, doenças do a­parelho geniturinário e outras doenças res­pi­ra­tórias.

Além disso, mais de 900 mil pessoas perderam suas vidas por conta da exposição a substâncias perigosas no trabalho somente em 2008 (último ano informado no documento da OIT). Este é um índice bem superior aos 651 mil mortos pelo mesmo motivo em 2003. O número de acidentes não-fatais que causaram afastamento de quatro ou mais dias atingiu 317 milhões em 2008, o que representa uma média de cerca de 850 mil lesões diárias que exigem esse tipo de afastamento.

O relatório reforça que na maioria dos países, boa parte do número de ­acidentes, mortes e doenças relacionadas ao trabalho não são reportados e nem registra­dos. A subnotificação, destaca o documento, persiste como prática frequente em muitos países do mundo.

A OIT tem publicado estatísticas ao longo dos anos, em seu Anuário (Yearbook of La­bor Statistics) abrangendo temas rela­cio­nados ao mundo laboral. Com base nes­tas informações, o Anuário Brasileiro de Pro­teção resumiu até a edição de 2011, os dados acidentários dos mais de 200 países-membros, traçando um perfil da situação ocupacional mundial.

Nos dois últimos anos os dados de empregos, acidentes e mortes no trabalho não foram mais atualizados pela OIT. Op­tamos, então, por trazer um resumo ­sobre a si­tuação ocupacional dos países con­for­me o documento divulgado neste ano por ocasião do Congresso Mundial de SST organizado pela OIT em parceria com a AISS.


Confira abaixo as tabelas em PDF

Óbitos e Doenças

 

Fatalidades nos Continentes

 

Substâncias Perigosas

 

Acidentes Não-Fatais

 

Situação em 2008

 

Doenças Fatais em 2008

 
Mais de Anuário Brasileiro de Proteção 2012
Sul
Edição do Mês
 
 

 
 
© Copyright 2009 - Revista Proteção. Todos direitos reservados.
Rua Domingos de Almeida, 218 - 93.510-100 - Novo Hamburgo - RS - Brasil. Central de Atendimento: 51 2131.0400
Revista Proteção Outras Publicações Nossos Eventos Eventos SST SuperGuiaNet Loja Virtual Legislação
Download Entidades Galerias Fale Conosco
Loft Digital